blog do Bem!


Vale a pena?

Olá amigos do Bem!

Sexta-feira, dia de balanço.

Ontem o blog teve o dobro de visitas que a média diária. Parece que o tema ética, valores e princípios é relevante para quem é do Bem. No fim do dia a ABAP - Associação Brasileira das Agências de Publicidade - emitiu a seguinte nota:

"A Associação Brasileira de Agências de Publicidade-ABAP, entidade com 55 anos de existência, que congrega as maiores e mais importantes agências do Brasil, vem manifestar-se sobre o episódio envolvendo duas de suas associadas, seus respectivos clientes e o artista "Zeca Pagodinho".

A ABAP lamenta que uma peça publicitária tenha motivado uma ampla discussão sobre valores, ao mesmo tempo tão importantes e tão básicos, que não deveriam jamais ser postos em debate.

Valores estes que foram fundamentais para fazer da publicidade brasileira o que ela é: uma indústria importante, madura, séria, respeitadora das leis e das instituições e com qualidade profissional e ética reconhecidas em todo o mundo."

Fiquei contente de ver que estão separando o trigo do joio.

Ontem tive uma conversa legal com meu filho sobre valores, em função do que estava rolando com o blog. Ele ficou sabendo que algumas pessoas me bateram duro por haver escrito o polêmico texto e me perguntou: "Pai para que você faz isto, vale a pena, você não está perdendo clientes assim?"

Respondi que sim, que vale muito a pena, que perderei os clientes que não acreditam na ética, valores e princípios que acredito. Faço o blog pois acredito no Bem, na boa e responsável empresa, publicidade e profissionais do mercado. Acredito que devo viver num mundo melhor, assim como ele e meus netos e descendentes.

Se escrever o blog não gera resultados financeiros nenhum, ele gera uma grande satisfação de saber que existe muito mais gente do Bem no mundo do que alguns poucos querem nos fazer crer. Me dá satisfação ler comentários e ler e-mails de gente do Bem. Saber que gente do Bem se voluntaria para ajudar gente do Bem.

Disse a ele que recebi 122 e-mails de amigos do Bem apoiando e ampliando a idéia de ética, valores, enquanto recebi apenas 1 e-mail de alguém anônimo que disse querer dar bons conselhos de amigo "Marcos, é melhor você tirar isto do ar" (alguém aqui tem algum amigo anônimo? Eu só conheço gente do Bem com nome e sobrenome.

Vale a pena sim, sair de cima do muro, mostrar a cara e de peito aberto mostrar que não estamos de acordo com certas maneiras de agir de uma minoria, que oportunisticamente, pensam estar se dando bem.

Vale a pena dizer que se pode fazer dinheiro com ética, com criatividade, com valores e princípios.

Aqueles que acham que não, que façam o que quiserem. Sempre haverá no mundo alguém disposto a agir por interesses pessoais e não coletivos.

Vale a pena estar consciente, vigilante, para se manter do lado do Bem. O resultado não será colhido apenas aqui, mas em outros tempos. Deste mundo, nada levaremos, e tudo que deixaremos para trás serão as lembranças do que falamos e fizemos. Prefiro deixá-las sublinhadas com ética, valores e princípios.

O sorriso de concordância de meu filho já valeu cada segundo que passei na frente do computador.

Bom, vou terminando por aqui e volto a escrever só no dia do meu aniversário.

Até lá, aproveitem para ler os textos que ainda não tinham lido e praticar os exercícios do Bem aqui propostos.

Abraços,

Seja Feliz! Todos os Seres merecem ser felizes!

Marcos Aranha ü


Publicado às 22h52.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


Valores, ética, ego e cerveja

Olá amigos do Bem!

Estou indignado com o que ando vendo na publicidade! Mas vamos tentar transformar isto em algo positivo, em algo do Bem.

Publicidade e branding são virus sem cura. Uma vez infectado, pode-se passar períodos sem febre, mas o bicho continua lá, esperando só uma oportunidade para se manifestar. "Velis, nolis."

Hoje, estou escrevendo para unir o publicitário e o coach que vive tentando desenvolver melhores Seres humanos através da ética, valores e princípios claros.

Não sou perfeito, santo, nem melhor que ninguém, mas tenho um ponto de vista sobre este tema.

Vocês devem estar acompanhando esta briga de egos de empresários brasileiros (talvez já nem tanto), marqueteiros e publicitários, através de uma guerra de cervejas.

Digo isto pois a boa publicidade, a construção de marcas, a ética, os valores e princípios estão sendo deixados em segundo plano, em nome de oportunismo, resultados imediatos, e para acalmar os egos envolvidos Tudo regado por gastos milionários.

Uma rapidinha... uma das cervejas, a que desce redondo, está com uma comunicação clara, com um insight de consumidor, focada no público alvo, com um ícone reconhecível e não se mete com as outras, seguindo seu caminho. As demais, parecem cumadres vizinhas que não conseguem mais se valorizar, a não ser desvalorizando a vizinha. A vizinha nova é ruim porque é nova. A velha porque é velha. Se perderam na batalha, esquecendo a estratégia da guerra, ofuscadas pelo brilho dos egos.

Bom, o tema de hoje não é propor uma melhor publicidade para um produto que, todos os anos, colabora para que milhões e milhões de jovens adolescentes possam vir a ser alcólatras em todo o mundo, mas sim, comentar o efeito nocivo que a falta de valores e ética na publicidade pode trazer para a sociedade, para as próprias empresas que as fabricam e as famílias.

Se visitarmos os sites das cervejarias e grupo investidor de uma delas, encontraremos os seguintes conteúdos quando clicarmos em valores, crenças e compromissos:

- Grupo Schincariol: 1) Compromissos com a sociedade: -compromisso com a família; respeito pela mulher e pela vida; "saúde" através de ações do Fome Zero e informação para as comunidades; compromisso com o futuro; 2) Compromisso com o meio ambiente.

- Ambev: Crenças e valores: - qualidade; marcas (preservar a reputação) e estimular o crescimento; meio ambiente e comunidade (respeito aos costumes); clientes; comunicação; consumidores; ética e integridade; gente; lucro.

- GP (leia-se Ambev): Princípios: - foco em resultados; investimento em gente; alinhamento de interesses e meritocracia; transparência.

Na teoria tudo vai muito bem, mas e na prática, e na publicidade?


Publicado às 23h14.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


cont.

Me lembro de uma frase do sr. Leo Burnett dos anos 60's: "quando o produto ou serviço não tiver mais nada para se diferenciar, use uma celebridade". Parece que a fórmula do velho publicitário voltou a pauta do dia desta categoria...

Acredito que vocês (pelo menos os amigos do Bem que vivem no Brasil) já viram a celebridade- Zeca Pagodinho - nos comerciais da Nova Schin, e ultimamente nos da Brahma.

Pois bem, quais são os valores que estão sendo passados por ele nestes comerciais?

Transparência? Fidelidade? Respeito aos bons costumes? Amizade? Integridade? Felicidade? Seriedade? Família? Ética? Respeito a mulher? Gente da melhor qualidade / excelência? Saúde?

Reflita um pouco. Volte e releia o que pregam as empresas que pagaram milhões a este senhor.

Imagine um funcionário que, em nome de:  -maiores resultados; -lucro; - da necessidade de aumentar as vendas; resolvesse a começar a trair a empresa, vender um pouco de produtos da concorrência (só por um verão), esquecesse os compromissos futuros em nome de uma necessidade imediata/urgente, esquecesse a ética, os valores e princípios. Pergunto: quanto tempo demoraria para ele ser mandado embora? Mas como uma empresa que investe milhões na comunicação deste valores pode exigir o oposto de seu funcionário? Incoerência?

No projeto do Valorizando a Vida, discutimos muito o aprendizado de ética, valores e princípios por exemplo, observação, não por teoria, por cartazes nas paredes. Se os pais querem melhores filhos, devem ser o exemplo deste melhor, não esperar que a escola e a vida façam isto.

Agora imagine o filho de um destes empresários, publicitários e marqueteiros dizendo que para passar de ano na escola resolveu mentir, trair o amigo, enganar a professora, os pais, copiar, colar, comprar os resultados da prova. Como os pais poderão exigir algo diferente na ação deles se os exemplos oferecidos são opostos? Incoerência?

Hoje se discute responsabilidade social, ética, valores e princípios. Muita teoria, mas quando chega na prática, a porca torce o rabo... É difícil ver alguém comprando o workshop "Valores, da teoria à prática.", é comum ouvir a frase: "Marcos, este assunto pode trazer problemas para nós." Fico com a sensação: Faça o que falo mas não faça o que faço. 

Fico com esta definição de ética: "Faça aos outros o que gostaria que eles fizessem a você."

Temos consciência que uma empresa sem lucro é uma empresa morta. Um investidor sem retorno do capital não é investidor, mas um gastador.

Mas também temos consciência que uma empresa, um investidor, um pai, que não busca praticar em cada ato  a ética, os valores e os princípios bons para os Seres humanos, também será uma empresa morta ou um investidor e pai com problemas familiares.

Cuidemos dos atos nocivos na publicidade, na empresa, na vida. Pode-se ganhar dinheiro de uma maneira mais saudável, pondo-se em prática o que se prega nos quadros de valores das próprias empresas, por exemplo. Usemos a criatividade!

Seja Feliz! Todos os seres merecem ser felizes!

Abraços,

Marcos Aranha ü


Publicado às 22h07.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


Um dia para observar

Olá amigos do Bem!

Ontem recebemos muitos e-mails. Parece que muita gente gostou do artigo e poucas se ofenderam por achar que eu estaria falando delas. Este espaço é do Bem, e não deverá ser usado para atacar ou ofender a alguém. Se isto ocorreu, publicamente peço desculpas.

Muito do que procuro deixar aqui registrado é resultado da experiência pessoal, não teórica, mas vivencial. Me perguntam: é difícil manter a coerência? Sim, às vezes muito difícil, mas é uma questão de escolha. É possível ser coerente? Sim. É possível estar coerente? Nem sempre.

Volto a comentar: este blog é para publicarmos pontos-de-vistas, o que não quer dizer a verdade para todos. Mas queremos gerar uma troca de experiências do Bem. Gente do Bem colaborando com outras do Bem através de idéias, dicas, textos, etc.

Hoje, quero deixar uma dica legal que os antigos frades praticavam nos mosteiros Franciscanos.

Chama-se observando Deus em tudo e em todos.

Durante seu dia, tudo e todos que encontrar no seu caminho, pergunte como recorreço Deus neste momento? Observe, observe, observe, sem jogos mentais, perguntas e conversas internas. Olhe, escute, sinta o cheiro, o paladar, o tato e descubra Deus no agora.

Bom dia! Aproveite esta experiência e se gostar, levo para o dia-a-dia. Passe para os que ama.

Seja Feliz! Todos os Seres merecem ser felizes!

Abraços,

Marcos Aranha ü

p.s.- tem gente me escrevendo sobre o 'ü' que tenho na minha assinatura. Isto é uma boca sorrindo com dois olhos para lembrar que podemos ser felizes aqui e agora, sempre. 


Publicado às 07h36.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


Está cheio?

Olá amigos do Bem!

 

No meu trabalho como coach é recorrente ouvir a expressão: “Marcos, estou cheio”.

 

Encontro todos os dias com profissionais que estão muito bem empregados, mas dizem que estão cheios do trabalho, do chefe, dos acionistas ou dos conselheiros.

Gente que está pensando em fazer uma viagem para a Índia, fazer o Caminho de Santiago, escalar o Everest, correr uma maratona, ou qualquer outra coisa para ver se reencontram sua alma, um sentido para a vida, sua missão na vida. Gente que sente que está perdendo a motivação pelo trabalho, pela vida,  sentem falta de reconhecimento e realização.

 

Também encontro com profissionais que estão desempregados e dizem que estão cheios de não fazerem nada, que a vida está sem sentido, sem rumo, sem motivação por falta de reconhecimento e realização.

 

Quem tem um bom emprego acha que está pagando um preço caro, que não está valendo a pena. Quem não tem emprego, pagaria qualquer preço para ter um, uma pena.

Estranho, não? Como pode isto? Muita gente de saco cheio...

 

Acredite, isto tem mais a ver com um erro pessoal do que com a situação profissional.

 

É comum ver como é fácil errar por viver a vida de fora para dentro, em função de uma agenda ditada por compromissos externos, vivendo em função de uma agenda demandada pela vida profissional ou por alguém, e não por uma agenda demandada pelos compromissos internos. Muita gente não têm mais controle de suas agendas, têm até que ligar para suas secretárias/assistentes para saber o que têm para fazer.

 

Devemos ter sempre em mente que nossa vida caminha para onde o nosso tempo vai.

Um dia, colheremos muito do que estamos plantando aqui e agora. Se nosso tempo vai para onde nós nem sabemos onde, como poderemos nos sentir bem, equilibrados? Como poderemos nos sentir motivados, reconhecidos ou realizados se não pararmos nem para entender as necessidades que temos dentro de nós?


Publicado às 23h05.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


...cont. 

Se você também diz que está cheio, não culpe sua situação profissional, mude. Tem jeito de encontrar o caminho do meio entre sua vida pessoal, familiar, social e claro, profissional!

 

Uma dica: comece por uma agenda de compromissos de dentro para fora, e fique dono dela, não delegue sua vida a ninguém.

Estes compromissos internos devem cobrir os sonhos, objetivos e agenda de pelos menos oito papeis de sua vida, sendo o profissional apenas um deles.

Planejando as sementes que quer para sua vida, encontrará mais motivação para plantá-las, cuidá-las, vê-las brotar, florescer e dar frutos, podendo sentir o reconhecimento e realização de dentro para fora, e não mais depender de fora para dentro.

 

Mas cuidado, foi-se o tempo que podíamos dividir as 24 horas do dia em três – 8 horas para dormir, 8 para trabalhar e as outras 8 para viver os outros sete papeis. Hoje, deve-se planejar de outra maneira a vida senão ela passa sem sentido. Os roubadores de tempo, da sua vida, estarão esperando você dar uma bobeada para se tornarem senhores de você.

 

Outra dica: uma vez escolhidas as sementes, aprenda a dominar o medo de dizer não aos outros, toda vez que sua agenda interna correr o risco de ser afetada por compromissos externos. O urgente para os outros não é necessariamente urgente para você. O importante para você, é para você, não é necessariamente importante para os outros.

Se não fizer isto, terá de pagar um preço pelo que não plantou, tão simples quanto isto.

 

Cuide de sua vida pessoal, familiar, profissional e social. O caminho do meio, o equilíbrio, tem que ser um objetivo e um foco constante.

 

Seja Feliz! Todos os Seres merecem ser felizes!

 

Abraços,

 

Marcos Aranha ü

Publicado às 23h05.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


Boa semana!

Olá amigos do Bem!

Vamos começar com um rápido teste: há uma semana atrás foi comemorada um Dia especial, que dia foi este?

Incrível como passa rápido, não? Quantas coisas fizemos, quantas deixamos de fazer.

Bom, volto a sugerir aquele exercício de conscientização que já publicamos aqui.

"Fica aqui a dica de um bom exercício de conscientização diario, mas também pode ser feito semanalmente:

 

Feche os olhos e comece a rever sua semana, de hoje a segunda-feira passada. Observe suas sensações, respiração, a medida que vai andando para trás no tempo. Não se assuste se tiver que fazer um grande esforço para se lembrar o que andou vivendo. No começo é assim mesmo, mas depois de tornar isto um hábito sua consciência aumentará."

 

Se você fizer diariamente, verá que a intensidade, facilidade e consciência aumentarão.

 

Deixo um forte abraço, e votos de uma Boa semana!

 

Todos merecem ser felizes!

 

Marcos Aranha ü

 

p.s.- obrigado a todos os que gentilmente vieram ao garage sale beneficente.


Publicado às 08h05.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]

 
Previsão do dia



Linha Direta do Bem.

Clique aqui para nos escrever, mandar textos, sugestões, dicas do Bem, e elogios.

Outros sites
 Desenvolvimento Negócios & RH
 OW4Y Consulting
 ONG- SIDARTA -Educação
 ONG - Instituto Vladimir Herzog
 ONG- Corpore
 ONG Lua Nova
 ONG- Projeto Mutação
 ONG- Viva e Deixe Viver
 ONG - ADD - Assoc.Desportiva de Deficientes -
 ONG- Constelação
 ONG Casa do Sol
 ONG Teu sonho- meu sonho
 UOL
 Lembranças do capitão




Votação
Vote! Clique aqui e dê uma nota de 0 a 10 para o blog do Bem.


Histórico
11/08/2013 a 17/08/2013
04/08/2013 a 10/08/2013
10/02/2013 a 16/02/2013
12/08/2012 a 18/08/2012
05/08/2012 a 11/08/2012
03/06/2012 a 09/06/2012
22/04/2012 a 28/04/2012
11/03/2012 a 17/03/2012
17/07/2011 a 23/07/2011
05/06/2011 a 11/06/2011
15/05/2011 a 21/05/2011
27/03/2011 a 02/04/2011
27/02/2011 a 05/03/2011
20/02/2011 a 26/02/2011
26/12/2010 a 01/01/2011
19/12/2010 a 25/12/2010
07/11/2010 a 13/11/2010
31/10/2010 a 06/11/2010
03/10/2010 a 09/10/2010
19/09/2010 a 25/09/2010
01/08/2010 a 07/08/2010
13/06/2010 a 19/06/2010
06/06/2010 a 12/06/2010
09/05/2010 a 15/05/2010
02/05/2010 a 08/05/2010
21/03/2010 a 27/03/2010
14/03/2010 a 20/03/2010
07/03/2010 a 13/03/2010
07/02/2010 a 13/02/2010
13/12/2009 a 19/12/2009
06/12/2009 a 12/12/2009
15/11/2009 a 21/11/2009
08/11/2009 a 14/11/2009
01/11/2009 a 07/11/2009
18/10/2009 a 24/10/2009
11/10/2009 a 17/10/2009
27/09/2009 a 03/10/2009
20/09/2009 a 26/09/2009
13/09/2009 a 19/09/2009
06/09/2009 a 12/09/2009
23/08/2009 a 29/08/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
02/08/2009 a 08/08/2009
26/07/2009 a 01/08/2009
19/07/2009 a 25/07/2009
12/07/2009 a 18/07/2009
05/07/2009 a 11/07/2009
28/06/2009 a 04/07/2009
21/06/2009 a 27/06/2009
14/06/2009 a 20/06/2009
07/06/2009 a 13/06/2009
31/05/2009 a 06/06/2009
24/05/2009 a 30/05/2009
17/05/2009 a 23/05/2009
10/05/2009 a 16/05/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
26/04/2009 a 02/05/2009
19/04/2009 a 25/04/2009
05/04/2009 a 11/04/2009
29/03/2009 a 04/04/2009
22/03/2009 a 28/03/2009
15/03/2009 a 21/03/2009
08/03/2009 a 14/03/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
25/01/2009 a 31/01/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
04/01/2009 a 10/01/2009
28/12/2008 a 03/01/2009
21/12/2008 a 27/12/2008
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
05/10/2008 a 11/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
21/09/2008 a 27/09/2008
14/09/2008 a 20/09/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
27/04/2008 a 03/05/2008
13/04/2008 a 19/04/2008
06/04/2008 a 12/04/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
09/03/2008 a 15/03/2008
24/02/2008 a 01/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
03/02/2008 a 09/02/2008
27/01/2008 a 02/02/2008
20/01/2008 a 26/01/2008
13/01/2008 a 19/01/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
23/12/2007 a 29/12/2007
16/12/2007 a 22/12/2007
09/12/2007 a 15/12/2007
02/12/2007 a 08/12/2007
25/11/2007 a 01/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
28/10/2007 a 03/11/2007
21/10/2007 a 27/10/2007
14/10/2007 a 20/10/2007
07/10/2007 a 13/10/2007
30/09/2007 a 06/10/2007
23/09/2007 a 29/09/2007
16/09/2007 a 22/09/2007
09/09/2007 a 15/09/2007
02/09/2007 a 08/09/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
19/08/2007 a 25/08/2007
12/08/2007 a 18/08/2007
05/08/2007 a 11/08/2007
29/07/2007 a 04/08/2007
22/07/2007 a 28/07/2007
15/07/2007 a 21/07/2007
08/07/2007 a 14/07/2007
24/06/2007 a 30/06/2007
17/06/2007 a 23/06/2007
10/06/2007 a 16/06/2007
03/06/2007 a 09/06/2007
27/05/2007 a 02/06/2007
20/05/2007 a 26/05/2007
13/05/2007 a 19/05/2007
06/05/2007 a 12/05/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
15/04/2007 a 21/04/2007
08/04/2007 a 14/04/2007
01/04/2007 a 07/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
11/03/2007 a 17/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
25/02/2007 a 03/03/2007
18/02/2007 a 24/02/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
04/02/2007 a 10/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
07/01/2007 a 13/01/2007
31/12/2006 a 06/01/2007
24/12/2006 a 30/12/2006
17/12/2006 a 23/12/2006
10/12/2006 a 16/12/2006
03/12/2006 a 09/12/2006
26/11/2006 a 02/12/2006
19/11/2006 a 25/11/2006
12/11/2006 a 18/11/2006
05/11/2006 a 11/11/2006
29/10/2006 a 04/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
15/10/2006 a 21/10/2006
08/10/2006 a 14/10/2006
01/10/2006 a 07/10/2006
24/09/2006 a 30/09/2006
17/09/2006 a 23/09/2006
10/09/2006 a 16/09/2006
03/09/2006 a 09/09/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
13/08/2006 a 19/08/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
30/07/2006 a 05/08/2006
23/07/2006 a 29/07/2006
16/07/2006 a 22/07/2006
09/07/2006 a 15/07/2006
02/07/2006 a 08/07/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
05/02/2006 a 11/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
08/01/2006 a 14/01/2006
01/01/2006 a 07/01/2006
25/12/2005 a 31/12/2005
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
16/10/2005 a 22/10/2005
09/10/2005 a 15/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
17/07/2005 a 23/07/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
19/06/2005 a 25/06/2005
12/06/2005 a 18/06/2005
05/06/2005 a 11/06/2005
29/05/2005 a 04/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
17/04/2005 a 23/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
03/04/2005 a 09/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005
13/03/2005 a 19/03/2005
06/03/2005 a 12/03/2005
27/02/2005 a 05/03/2005
20/02/2005 a 26/02/2005
13/02/2005 a 19/02/2005
06/02/2005 a 12/02/2005
30/01/2005 a 05/02/2005
23/01/2005 a 29/01/2005
16/01/2005 a 22/01/2005
09/01/2005 a 15/01/2005
02/01/2005 a 08/01/2005
26/12/2004 a 01/01/2005
19/12/2004 a 25/12/2004
12/12/2004 a 18/12/2004
05/12/2004 a 11/12/2004
28/11/2004 a 04/12/2004
21/11/2004 a 27/11/2004
14/11/2004 a 20/11/2004
07/11/2004 a 13/11/2004
31/10/2004 a 06/11/2004
24/10/2004 a 30/10/2004
17/10/2004 a 23/10/2004
10/10/2004 a 16/10/2004
03/10/2004 a 09/10/2004
26/09/2004 a 02/10/2004
19/09/2004 a 25/09/2004
12/09/2004 a 18/09/2004
05/09/2004 a 11/09/2004
29/08/2004 a 04/09/2004
22/08/2004 a 28/08/2004
15/08/2004 a 21/08/2004
11/07/2004 a 17/07/2004
04/07/2004 a 10/07/2004
27/06/2004 a 03/07/2004
20/06/2004 a 26/06/2004
13/06/2004 a 19/06/2004
06/06/2004 a 12/06/2004
30/05/2004 a 05/06/2004
23/05/2004 a 29/05/2004
16/05/2004 a 22/05/2004
09/05/2004 a 15/05/2004
02/05/2004 a 08/05/2004
25/04/2004 a 01/05/2004
18/04/2004 a 24/04/2004
11/04/2004 a 17/04/2004
04/04/2004 a 10/04/2004
28/03/2004 a 03/04/2004
21/03/2004 a 27/03/2004
14/03/2004 a 20/03/2004
07/03/2004 a 13/03/2004
29/02/2004 a 06/03/2004
22/02/2004 a 28/02/2004
15/02/2004 a 21/02/2004