blog do Bem!


Feliz Feriado!

Olá amigos do Bem!

Desejo a todos um Feliz feriado!

Para quem segue os ensinamentos de Cristo, Feliz Páscoa!

Para quem gosta de chocolate, divirta-se sem culpa!

Gostaria de deixar aqui duas dicas enviadas por amigos do Bem durante esta semana: um antigo exercício para gerar mudanças positivas, e um site com uma breve história "Os segredos da Páscoa" através dos tempos e religiões.

Para gerar mudanças positivas:

Aproveite estes dias de feriado para silenciar a mente, aquietar o corpo e o coração por alguns minutos, e deixar o velho no passado, e abrir espaço para o novo, o bom, o belo e o bem na sua vida presente. Independente da sua crença religiosa, pratique nestes dias este exercício que te fará bem: 

- avise as pessoas que convivem com você para não interrompê-lo durante este minutos de pratica;

- sente-se confortavelmente, feche os olhos, relaxe e mentalize uma livro nas suas mãos. Abra este livro e mentalize uma página com sua imagem e o que está acontecendo agora na sua vida. Imagine-se virando esta página muito lentamente. Sorria mantendo os olhos fechados. Sinta a intensidade da vontade de querer continuar virando esta página e descobrir a nova. Mentalize uma nova página, em branco, com sua imagem sorrindo, feliz, realizado;

- mantenha os olhos fechados. Inspire lenta e profundamente. Sinta o ar entrando nas narinas. Sinta a temperatura do ar passando no interior das narinas. Sinta seu abdômem. Sinta os musculos relaxarem. Expire lentamente também pelas narinas. Continue respirando lenta e profundamente enquanto mentaliza você sentindo-se bem, feliz, realizado. Mantenha este ritmo lento durante alguns minutos, com o foco na sua respiração e no prazer de vê-lo feliz na página do livro;

- Inspire profundamente e abra os olhos lentamente. Permaneça sentado, evitando levantar-se rapidamente.

- repita na sexta, sabado e domingo.

Site com história da Páscoa através dos tempos e religiões:

http://educaterra.terra.com.br/almanaque/datas/pascoa.htm

Seja Feliz! Todos os seres merecem ser felizes!

Tudo de Bom!

Abraços,

Marcos Aranha ü


Publicado às 22h46.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


O poder do amor

Olá amigos do Bem!

 

Afinal, o que está acontecendo com certas pessoas?

Todos os dias tem alguém tomando um caminho estranho na vida: filhos matando seus pais, pais estuprando filhas, homens matando animais inocentes no Zoo, padres abusando de fieis, pastores tungando crentes, terapeutas explorando seus pacientes, consultores prejudicando seus clientes, políticos roubando escandalosamente sua população, presidentes desfalcando as empresas que pagam seus salários, contadores e administradores participando de verdadeiras engenharias financeiras arquitetadas para roubar o poder público ou investidores sérios, isto só para comentar algumas das coisas que estão presentes no dia-a-dia das notícias daqui e do mundo.

Sempre penso: o que motiva estas pessoas a roubar vidas, a roubar dinheiro, a roubar a dignidade e a liberdade de outros. Será só por prazeres materiais? Será pelo poder? Será a falta de educação? Será a ausência de carater? O que?

 

Será que a vida está igual a novela das oito, onde vilões destrutivos atraem mais audiência que heróis construtivos que parecem pessoas ridículas por suas atitudes honestas? Será o mundo das Darlenes, das Lauras, das Ana Paulas, dos Renatos?

 

Será? Não, definitivamente não. É difícil acreditar só nisto.

 

O que falta ao mundo é demonstrar amor, dar amor, receber amor e viver no amor.

Fome zero é importante. Saúde 10 também. Mas amar sempre é tudo.

O Ser humano precisa amar e ser amado, o resto é acessório.

Pode até parecer simplista isto, mas vou compartilhar com vocês algo pouco intelectual, mas verdadeiro, uma pequena prova do poder transformador do amor.

 

Há menos de cinco meses atrás fomos ao lar que ajudamos pelo Projeto Teu sonho – Meu sonho (link aí na direita). É um lar de crianças de 3 a 10 anos, abandonadas, ou tiradas da guarda dos pais pela Justiça.

Ao chegarmos naquela manhã de domingo, encontramos uma nova menininha de quatro anos de idade, que aqui vou chamar, por motivos legais, de Maria. Ela era magrinha e séria vivendo uma tristeza tão profunda, que tocava a alma.

Perguntei para a tia, que administra o lar, que é a mãe de coração de todos que lá vivem, sobre o histórico da Maria. Ela me contou que a Justiça havia determinado que seu pai, após tê-la estuprado mais de cinco vezes, tinha sido preso, e ela ficado abandonada em casa.

Ao ouvir tamanha barbárie meu coração se fechou, minha garganta travou, meus olhos se encheram de lágrimas perante esta pobre menina, e senti compaixão pela vida dela.

 

Começamos a brincar, contar histórias, moldar com as crianças e ela sempre apartada, como um bichinho assustado, quieto, sem olhar nos olhos, longe de todos. Decidi me aproximar da Maria e convidá-la para brincar conosco. Sentei a seu lado, tentei conversar com ela, e a toquei na mão para convidá-la a ir comigo até onde os outros estavam.

Ao fazer isto, ela travou. Seu olhar parecia vidrado, distante, num outro planeta. Seu corpinho ficou gelado. Durante alguns minutos fiquei ali ao lado, quieto, olhando para o infinito como ela.

Dez minutos depois ela se levantou muda e foi para seu quarto. O silêncio me assustou, a incompreensão da situação também. Mas aceitei que aquela menina jamais tinha conhecido o amor, e confiança significava dor para ela.


Publicado às 23h20.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


o poder do amor...

A cada visita, víamos progresso e às vezes, algum retrocesso, através do longo aprendizado de amar.

Posso dizer que durante este período, vi que o amor da tia, das outras crianças e o nosso, rompeu a armadura da Maria e todos nos transformamos. A vontade de amá-la e vê-la feliz era enorme. Mas aceitar que isto não dependia de nós, mas dela, foi um aprendizado e tanto a todos os envolvidos. Meus filhos puderam vivenciar algo que escola nenhuma ensinaria, que o amor é a chave da transformação do Ser.

 

Neste ultimo Domingo, ao chegarmos lá, a Maria desceu as escadas de braços abertos, sorrindo, pulou no pescoço de minha esposa, beijou, desceu, pulou no meu pescoço, me beijou, me pegou pela mão e foi me levar para encontrar as outras crianças, toda falante, com olhinhos brilhando, vivos, amando.

 

Confesso que já fiz muitas coisas na vida, mas esta lição de amor foi o maior presente que já recebi nestes 44 anos. Presenciar o poder do Amor, de uma maneira tão profunda, transformou meu Ser e de todos.

 

Porisso, se os cientistas dizem: usem protetor solar, eu digo: amem, amem e amem.

Diga sem vergonha quando sentir o amor: Eu te amo.

Sinta o amor. Viva o amor, sem julgar, pois ele não vê diferenças.

 

Ligue para alguém agora, mande um e-mail, desligue o computador e dê uma chance ao amor.

Olhe ao redor e veja o que tem ditto àqueles que estão ao seu alcance. Você já demonstrou amor por eles? Um gesto, uma palavra, um olhar, uma atitude. “Just do it!” Ame-os!

Só o amor transformará homens, mulheres, politicos, padres, pastores, presidentes, e a nós mesmos.

 

Seja Feliz! Ame! Todos os Ser merecem ser felizes e amados!

 

Abraços,

 

Marcos Aranha ü  


Publicado às 23h19.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


A arte do equilíbrio

Olá amigos do Bem!

Ontem recebi um e-mail que me perguntava: "como você consegue manter sempre o seu equilíbrio?"

Em primeiro lugar, digo que não mantenho sempre o equilíbrio, mas o foco em equilibrar-me, sempre. Digo isto pois a vida nos tira de equilíbrio a todos os momentos e devemos estar sempre alertas para este fato, senão vamos com o vento. É uma ilusão achar que é possível manter-se constantemente em equilíbrio. É impossível enquanto um Ser vivo, um Ser humano. Somente uns poucos mestres conheceram o equilíbrio perfeito, a impecabilidade, após a iluminação.

Em latim usa-se também a palavra "temperare" para expressar "estabelecer o equilíbrio", ou seja, moderação, uma difícil arte para pessoas intensas. Assim, dia após dia, pode-se olhar para trás e ver o pouquinho que se conquistou na meta do caminho do meio, do equilíbrio.

Pessoalmente, acho o desequilíbrio necessário para se conhecer as extremidades do viver, afinal o que seria da excelência se conhecessemos apenas o bom. Desequilibrar-se também é uma possibilidade de encontrar um novo ponto de equilíbrio, diferente do inicial. Aprender. Sem desequilíbrio, a vida seria uma chatice. Seria como andar num trilho, com a precisão suiço-germânica de onde tudo se inicia e onde tudo termina. A vida é cheia de surpresas, muitas boas, apesar de lembrarmos mais das más, e todas elas geram desequilíbrios momentâneos.

Eu tento olhar para a vida por períodos de tempos mais longos e não apenas o imediato momento, que algumas vezes me aflige e me faz sofrer. O que nos parece um desequilíbrio agora, em pouco tempo será visto como um ponto inicial de uma mudança que estabeleceu um novo caminho, mais equilibrado a frente.

Quando disse que estou alerta para equilibrar-me é pelo fato de conhecer minha natureza e saber que ela pede isto. Manter-me no aqui e agora, no presente, é a chave para mim. Lembro-me que todo desequilíbrio é um lapso de possibilidade de adaptação à uma nova situação. Do ponto de vista físico, quando perdemos o prumo em relação à horizontal ou vertical, nos desequilibramos. Do mental/emocional, quando vivemos uma situação nova, que nos causa perda de controle ou referência, podemos nos desequilibrar, se estivermos fechados a ela e querendo nos prender a situação já conhecida no passado.

Viver no aqui e agora, alerta, é um foco constante. Estar atento aos seis sentidos é uma ótima ferramenta de conexão. A respiração também. Aprendi outras, como o malabarismo, por exemplo, que hoje uso e ensino em workshops, como uma ferramenta de auto-conhecimento, pois ele ajuda as pessoas a conhecerem seu presente momento, e a reconhecer os pensamentos e sentimentos que as tiram da atenção e foco, causando o desequilíbrio e o erro. Como o malabarismo, o esporte também é uma boa ferramenta, e a meditação, a melhor, para o verdadeiro equilíbrio entre corpo e mente, ou corpo e alma como alguns preferem dizer.

Seja como for, o importante é perder a ilusão que é possível manter-se em equilíbrio constante, estático. Só é possível termos consciência de como estamos no presente, para então, "temperare" e estabelecer um novo ponto de equilíbrio. Tente observar as situações por períodos mais longos, e encontrará o equilíbrio dinâmico.

Portanto, compartilho aqui um pouco de minha vida para que saibam que tenho muitos e muitos desafios pessoais, financeiros e profissionais. Mais isto não deve ser um impedimento, ou justificativa, para viver desequilibrado, ou tornando a vida de outros desequilibrada.

Estar alerta, focar no caminho do meio, do equilíbrio, do Bem, tratar o próximo com o equilíbrio que gostaria de ser tratado, é um bom começo. Você chegou até aqui, e isto é sinal de que já encontrou entre os bilhões de sites, um ponto de encontro com pessoas que também procuram o que muitos outros ainda nem despertaram.

Consciência, foco no equilíbrio, na harmonia, na paz! Tudo de Bom!

Seja Feliz! Todos os seres merecem ser felizes!

Abraços,

Marcos Aranha ü


Publicado às 22h42.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


O tempo é senhor.

Olá amigos do Bem!

Promessa é dívida, e já está paga. Agora você tem um e-mail para escrever para nós aí na barra de navegação à direita. É a "Linha direta do Bem".

Às vezes a gente reluta em aceitar o tempo como ele é, fica ansioso, quer que as coisas aconteçam de acordo a  nossa vontade, nosso tempo e da nossa maneira. É difícil ter paciência e equilíbrio para constatar esta verdade: o tempo é senhor. E este senhor tem vontade própria, e por mais que forçamos a nossa, aprendemos que somos pequeninos perante ele.

Diariamente observo isto em mim e nas pessoas que convivo, e num evento que participei, foi mais fácil ainda ver como o tempo é senhor.

Fui ao Open Air no Jockey Club assistir ao filme/documentário "Doces bárbaros". Hoje a censura é para 14 anos, antes era 18 anos e com direito a visita ao delegado. Mas não é só isto que mudou.

Através dele pude vivenciar a certeza de que o tempo é realmente senhor. Que seguir a natureza interior e inovar, mesmo contrariando as normas vigentes, vale a pena. Basta olhar para aquele grupo, vivendo sua natureza, falando o que sentiam, pensavam, sem dar bolas para os mais normais da época.

Vi pessoas que viveram intensamente aquele momento, e continuam vivendo, sem trazer as sombras do passado. Não vou ser estraga prazeres contando o filme, mas terei que mencionar uma cena fantástica para compartilhar com todos vocês esta certeza de que o tempo é senhor.

O filme foi feito durante uma turnê em 1976 do grupo Doces bárbaros, composto pelos baianos: os irmãos Caetano e Maria Betânia, Gilberto Gil e Gal Costa (que estava presente). Naquela época, video clip não era produto comercial, e o filme era um mix mal feito de imagens de shows, entrevistas e cenas do cotidiano deles. Disse mal feito na forma pois o foco era no conteúdo, e a forma foi pouco cuidada. O inverso do que se faz muitas vezes hoje em dia onde shows pirotécnicos escondem a falta de conteúdo.

Durante a turnê, num show em Florianópolis, a polícia local ficou de tocaia para prender em flagrante estes senhores que faziam apologia do mal. Armaram um "campana" no hotel que eles estavam hospedados e lá fizeram uma revista, prenderam o Gilberto Gil por posse ilegal de drogas - "a erva maldita" - um cigarro de maconha e algumas gramas para mais três. Um ato gravíssimo que só seu bom advogado o livrou da cadeia, "negociando" com o juiz sua internação numa clínica psiquiátrica para tratamento de desentoxicação.

Na entrevista durante a prisão Gil reflete e diz: "A vida é um processo de fatos e atos. É a experiência que se adquire através de atos e fatos." Uma daquelas frases que resumem muito do que tentamos explicar numa maneira simples e objetiva.

Pois é, só quem sabe, sabe. Quem diria que aquele músico de 34 anos, cinco filhos, preso por posse ilegal de drogas se tornaria o Ministro de Cultura?

O tempo é senhor...só quem vive este processo de fatos e atos, pode experimentar a vida como ela é.

Sonhar, fazer planos, agir com atitude é muito importante. Respeitar o tempo é saber aceitar a vida como ela se apresenta.

Boa semana!

Seja Feliz!

Abraços,

Marcos Aranha ü


Publicado às 22h18.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]

 
Previsão do dia



Linha Direta do Bem.

Clique aqui para nos escrever, mandar textos, sugestões, dicas do Bem, e elogios.

Outros sites
 Desenvolvimento Negócios & RH
 OW4Y Consulting
 ONG- SIDARTA -Educação
 ONG - Instituto Vladimir Herzog
 ONG- Corpore
 ONG Lua Nova
 ONG- Projeto Mutação
 ONG- Viva e Deixe Viver
 ONG - ADD - Assoc.Desportiva de Deficientes -
 ONG- Constelação
 ONG Casa do Sol
 ONG Teu sonho- meu sonho
 UOL
 Lembranças do capitão




Votação
Vote! Clique aqui e dê uma nota de 0 a 10 para o blog do Bem.


Histórico
11/08/2013 a 17/08/2013
04/08/2013 a 10/08/2013
10/02/2013 a 16/02/2013
12/08/2012 a 18/08/2012
05/08/2012 a 11/08/2012
03/06/2012 a 09/06/2012
22/04/2012 a 28/04/2012
11/03/2012 a 17/03/2012
17/07/2011 a 23/07/2011
05/06/2011 a 11/06/2011
15/05/2011 a 21/05/2011
27/03/2011 a 02/04/2011
27/02/2011 a 05/03/2011
20/02/2011 a 26/02/2011
26/12/2010 a 01/01/2011
19/12/2010 a 25/12/2010
07/11/2010 a 13/11/2010
31/10/2010 a 06/11/2010
03/10/2010 a 09/10/2010
19/09/2010 a 25/09/2010
01/08/2010 a 07/08/2010
13/06/2010 a 19/06/2010
06/06/2010 a 12/06/2010
09/05/2010 a 15/05/2010
02/05/2010 a 08/05/2010
21/03/2010 a 27/03/2010
14/03/2010 a 20/03/2010
07/03/2010 a 13/03/2010
07/02/2010 a 13/02/2010
13/12/2009 a 19/12/2009
06/12/2009 a 12/12/2009
15/11/2009 a 21/11/2009
08/11/2009 a 14/11/2009
01/11/2009 a 07/11/2009
18/10/2009 a 24/10/2009
11/10/2009 a 17/10/2009
27/09/2009 a 03/10/2009
20/09/2009 a 26/09/2009
13/09/2009 a 19/09/2009
06/09/2009 a 12/09/2009
23/08/2009 a 29/08/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
02/08/2009 a 08/08/2009
26/07/2009 a 01/08/2009
19/07/2009 a 25/07/2009
12/07/2009 a 18/07/2009
05/07/2009 a 11/07/2009
28/06/2009 a 04/07/2009
21/06/2009 a 27/06/2009
14/06/2009 a 20/06/2009
07/06/2009 a 13/06/2009
31/05/2009 a 06/06/2009
24/05/2009 a 30/05/2009
17/05/2009 a 23/05/2009
10/05/2009 a 16/05/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
26/04/2009 a 02/05/2009
19/04/2009 a 25/04/2009
05/04/2009 a 11/04/2009
29/03/2009 a 04/04/2009
22/03/2009 a 28/03/2009
15/03/2009 a 21/03/2009
08/03/2009 a 14/03/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
25/01/2009 a 31/01/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
04/01/2009 a 10/01/2009
28/12/2008 a 03/01/2009
21/12/2008 a 27/12/2008
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
05/10/2008 a 11/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
21/09/2008 a 27/09/2008
14/09/2008 a 20/09/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
27/04/2008 a 03/05/2008
13/04/2008 a 19/04/2008
06/04/2008 a 12/04/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
09/03/2008 a 15/03/2008
24/02/2008 a 01/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
03/02/2008 a 09/02/2008
27/01/2008 a 02/02/2008
20/01/2008 a 26/01/2008
13/01/2008 a 19/01/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
23/12/2007 a 29/12/2007
16/12/2007 a 22/12/2007
09/12/2007 a 15/12/2007
02/12/2007 a 08/12/2007
25/11/2007 a 01/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
28/10/2007 a 03/11/2007
21/10/2007 a 27/10/2007
14/10/2007 a 20/10/2007
07/10/2007 a 13/10/2007
30/09/2007 a 06/10/2007
23/09/2007 a 29/09/2007
16/09/2007 a 22/09/2007
09/09/2007 a 15/09/2007
02/09/2007 a 08/09/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
19/08/2007 a 25/08/2007
12/08/2007 a 18/08/2007
05/08/2007 a 11/08/2007
29/07/2007 a 04/08/2007
22/07/2007 a 28/07/2007
15/07/2007 a 21/07/2007
08/07/2007 a 14/07/2007
24/06/2007 a 30/06/2007
17/06/2007 a 23/06/2007
10/06/2007 a 16/06/2007
03/06/2007 a 09/06/2007
27/05/2007 a 02/06/2007
20/05/2007 a 26/05/2007
13/05/2007 a 19/05/2007
06/05/2007 a 12/05/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
15/04/2007 a 21/04/2007
08/04/2007 a 14/04/2007
01/04/2007 a 07/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
11/03/2007 a 17/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
25/02/2007 a 03/03/2007
18/02/2007 a 24/02/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
04/02/2007 a 10/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
07/01/2007 a 13/01/2007
31/12/2006 a 06/01/2007
24/12/2006 a 30/12/2006
17/12/2006 a 23/12/2006
10/12/2006 a 16/12/2006
03/12/2006 a 09/12/2006
26/11/2006 a 02/12/2006
19/11/2006 a 25/11/2006
12/11/2006 a 18/11/2006
05/11/2006 a 11/11/2006
29/10/2006 a 04/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
15/10/2006 a 21/10/2006
08/10/2006 a 14/10/2006
01/10/2006 a 07/10/2006
24/09/2006 a 30/09/2006
17/09/2006 a 23/09/2006
10/09/2006 a 16/09/2006
03/09/2006 a 09/09/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
13/08/2006 a 19/08/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
30/07/2006 a 05/08/2006
23/07/2006 a 29/07/2006
16/07/2006 a 22/07/2006
09/07/2006 a 15/07/2006
02/07/2006 a 08/07/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
05/02/2006 a 11/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
08/01/2006 a 14/01/2006
01/01/2006 a 07/01/2006
25/12/2005 a 31/12/2005
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
16/10/2005 a 22/10/2005
09/10/2005 a 15/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
17/07/2005 a 23/07/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
19/06/2005 a 25/06/2005
12/06/2005 a 18/06/2005
05/06/2005 a 11/06/2005
29/05/2005 a 04/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
17/04/2005 a 23/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
03/04/2005 a 09/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005
13/03/2005 a 19/03/2005
06/03/2005 a 12/03/2005
27/02/2005 a 05/03/2005
20/02/2005 a 26/02/2005
13/02/2005 a 19/02/2005
06/02/2005 a 12/02/2005
30/01/2005 a 05/02/2005
23/01/2005 a 29/01/2005
16/01/2005 a 22/01/2005
09/01/2005 a 15/01/2005
02/01/2005 a 08/01/2005
26/12/2004 a 01/01/2005
19/12/2004 a 25/12/2004
12/12/2004 a 18/12/2004
05/12/2004 a 11/12/2004
28/11/2004 a 04/12/2004
21/11/2004 a 27/11/2004
14/11/2004 a 20/11/2004
07/11/2004 a 13/11/2004
31/10/2004 a 06/11/2004
24/10/2004 a 30/10/2004
17/10/2004 a 23/10/2004
10/10/2004 a 16/10/2004
03/10/2004 a 09/10/2004
26/09/2004 a 02/10/2004
19/09/2004 a 25/09/2004
12/09/2004 a 18/09/2004
05/09/2004 a 11/09/2004
29/08/2004 a 04/09/2004
22/08/2004 a 28/08/2004
15/08/2004 a 21/08/2004
11/07/2004 a 17/07/2004
04/07/2004 a 10/07/2004
27/06/2004 a 03/07/2004
20/06/2004 a 26/06/2004
13/06/2004 a 19/06/2004
06/06/2004 a 12/06/2004
30/05/2004 a 05/06/2004
23/05/2004 a 29/05/2004
16/05/2004 a 22/05/2004
09/05/2004 a 15/05/2004
02/05/2004 a 08/05/2004
25/04/2004 a 01/05/2004
18/04/2004 a 24/04/2004
11/04/2004 a 17/04/2004
04/04/2004 a 10/04/2004
28/03/2004 a 03/04/2004
21/03/2004 a 27/03/2004
14/03/2004 a 20/03/2004
07/03/2004 a 13/03/2004
29/02/2004 a 06/03/2004
22/02/2004 a 28/02/2004
15/02/2004 a 21/02/2004