blog do Bem!


Negócios & oportunidades

Olá Amigos do Bem!

Enquanto alguns choram o fim das famílias, dos casamentos, dos empregos, dos valores tradicionais, das coisas como nos bons tempos, outros navegam pela vida observando as mudanças e faturando com as oportunidades das novas realidades. Se as coisas não são como antes, ótimo, então caia na real e saiba como são agora, e desfrute das oportunidades que elas oferecem.

O Cliente é o seu foco? Se você acredita nisto, lembre-se que cliente é antes de tudo, um Ser humano, que pensa, sente e faz coisas, talvez, como você, ou muito diferente. Tome cuidado, pois pode-se correr o sério risco de querer vender o que ele não entende. Hoje, mais do que nunca, o processo de personalização da comunicação de produtos e serviços está se tornando uma necessidade crescente, principalmente para os mercados de maior poder aquisitivo. Falar a linguagem da tribo é muito importante para que se conquiste a confiança, a identificação e a afinidade de seus membros.

Existe uma classificação de clientes chamada "DINK" (do Inglês double-income-no-kids), ou seja, duas rendas e nenhum filho, que designa residências de casais que trabalham e não têm filhos. Ok, casal quer dizer dois, e não mais necessariamente papai e mamãe, como antigamente. E em todo o mundo os olhos dos homens de negócios se voltam para este crescente mercado.

Quer ver um bom exemplo disto? O que vem na sua mente quando lê: Universidade de Harvard? - Veio tradição, - Seriedade, - Conservadorismo, - Excelência, - Homens e mulheres de prestígio?

Esta universidade publica uma das melhores revistas de administração, a Harvard Business Review. Mas foi pensando no crescente mercado DINK, que tem gerado negócios com uma excelente margem de lucro, que ela resolveu navegar pela vida, e deixar alguns velhos preceitos de lado.

A prestigiosa universidade americana de Harvard acaba de lançar sua primeira revista direcionada ao público gay e lésbico. O nome? "Queer" (dicion.: estranho, excêntrico, original, duvidoso). A tiragem inicial é de 15 mil exemplares e contém ensaios, poesias e contos escritos por estudantes de Harvard e outras universidades do país.
Segundo seu editor, Christopher R. Hughes, a revista tem como objetivo criar um fórum de discussões acadêmicas de temas de interesse da comunidade através de uma produção literária gay.

Pois bem, uma Universidade com mais de séculos aprendeu a navegar pela vida atual, adaptando-se a realidade e necessidade de seus clientes, considerando-os Seres importantes e falando do jeito que eles entendem.

E você, o que está esperando para navegar pela vida e desfrutar das oportunidades da situação atual?

Abraço, Bom fim de semana!

Seja Feliz!

Marcos Aranha ü


Publicado às 02h12.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


Tô nem aí!

Olá amigos do Bem!

Sabe aquelas situações que a gente acha que não nos diz respeito, que pensamos que é problema do outro, e da vontade de falar: "tô nem aí, problema da senhora, mora?"

Pois é, a leitora Heloisa S.A. de Carvalho enviou um texto que serve para refletirmos sobre este tipo de postura.

Boa leitura! Seja Feliz!, Abraços, Marcos Aranha Ü

A RATOEIRA

“Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo no tipo de comida que poderia haver ali. Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado.

Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos:

 

“- Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa !!!”

A galinha, disse: “- Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.”

 

O rato foi até o porco e lhe disse:

“- Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira !!”

Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser rezar. Fique tranqüilo que o senhor será lembrado nas minhas preces”.

 

O rato dirigiu-se então à vaca. Ela disse:

“- O que Sr. Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!”

 

Então o rato voltou para a casa, cabisbaixo e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro.

 

Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando sua vítima.

A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia sido pego. No escuro, ela não viu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher...

O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre.

 

Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal: a galinha.

Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la. Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco. A mulher não melhorou e acabou morrendo.

Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.

 

Moral da história: “Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que, quando há uma ratoeira na casa, toda a fazenda corre risco.”

 

“ Um problema da empresa pode ser um problema de todos que nela vivem.”


Publicado às 02h07.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


REinovação

Olá amigos do Bem!

Hoje o texto publicado foi totalmente escrito pelo Pérsio, executivo da área de inovação e criatividade. Leiam o que ele tem a dizer.

Abraços, Tudo de Bom! Marcos Aranha ü

"Fomos educados para buscar à resposta certa. Quem não se lembra das famosas letras c.q.d. (Como Queríamos Demonstrar!!!)

Na escola éramos instruídos a repetir os mesmos exercícios para “fixar” o conteúdo.. como se isto acrescentasse algo, e em caso de dúvidas...cale-se para sempre...

Isto é um dos reflexos da época dos “profetas” da competitividade onde jargões como maior produtividade, menor custo, mais qualidade passaram a ser a “Bíblia” vigente, e as pessoas ou adequavam-se ao padrão ou eram segregadas pelo modelo. 

O erro era intolerável, e os divergentes considerados “burros”.

Esse modelo está conduzindo a humanidade a uma nova Idade Média...

Felizmente existem pessoas que não aceitam a mesmice como regra... pessoas que sonham e aspiram um futuro melhor.

Um brinde aos novos  Dom Quixotes!!!!

Muito se tem apregoado sobre a diversidade, mas na prática o modelo mental não foi alterado.

Tem custado muito a sociedade a saída deste modelo. 

As pessoas foram condicionadas a buscar a “zona de conforto” e não questionar formas diferentes de pensar e agir.

Nas escolas ainda se valoriza a resposta certa. São enaltecidos aqueles que cumprem com o dever em vez de aplaudir os inconformados.

O ser humano está se transformando na “commodity’mais abundante e barata do mercado”...

Devemos trocar o “trilho” da resposta certa e permitir sentir o gostinho de uma nova “trilha” ...devemos incentivar os “Indiana Jones” da Inovação.

Só quando uma rua é bloqueada é que descobrimos que a rua paralela é uma oportunidade. Quantos de nós fazemos da vida um constante “piloto automático”.

Toda inovação começa por permitirmo-nos enxergar a realidade de um modo diferente.

As sociedades que mais se desenvolvem são aquelas que agregam valor pelo conhecimento.

Declare guerra ao c.q.d.

Permita-se sonhar, e sonhando permita-se ousar, e ousando permita-se desvendar os mistérios da vida, e desvendando os mistérios permita-se viver

Seja o REI! Todos somos inovadores, mas alguns ainda não sabem!"

 

Abraços,

Pérsio A. Mandel


Publicado às 23h00.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


Quando é necessário mudar

Olá Amigos do Bem,

Hoje em dia muitos profissionais nos procuram pois têm a necessidade de fazer melhorias nas suas vidas, mas não sabem como fazê-las e buscam o coaching. Às vezes estas melhorias exigem mudanças e fazer algo novo. Porém, quando têm de lidar com momentâneas perdas financeiras, prestígio, poder e reconhecimento externo muitas pensam em desistir para permanecerem como estão. Mudar exige trocar, com desapego. Se pensamos em perdas, falta ver ganhos, pois toda troca tem os dois lados. Conheço uma pessoa que recentemente fez várias mudanças em sua vida profissional e pessoal. Garanto que ele poderia morrer sem ter que fazer nenhuma delas, e todo mundo o acharia normal e muito bem sucedido. Porém, a natureza dele falou mais alto, e para equilibrá-la, ele teve que agir, fazendo profundas mudanças profissionais, financeiras, familiares, sociais, físicas, etc. Um processo difícil no início, mas necessário para atender o equilíbrio de sua vida atualmente.

Gentilmente ele escreveu algumas linhas para compartilhar estes insights conosco. A pedido dele, achei dispensável sua identificação, pois o que nos interessa é seu ponto de vista. Desde já, agradeço a mais um amigo do Bem que se abre para que todos possam se beneficiar. Obrigado.

Abraços, Sejam Felizes! Marcos Aranha ü

"O nosso amigo Marcos incentivou-me a colocar por escrito algo interessante para compartilhar da minha experiência com Vocês, leitores do Blog do Bem, e sugeriu que eu escrevesse sobre meus insights  sobre algumas mudanças que ocorreram em minha vida, focando-me principalmente no término de um casamento e início de uma nova união, a reestruturação da minha empresa e a decorrente alteração do quadro de sócios. Algumas pessoas precisam mudar e não sabem como e, muitas vezes, ao primeiro pensamento não resolvido ficam completamente paralisadas e decidem não tomar nenhuma ação!

 

Todas as mudanças nos obrigam a sair da nossa zona de conforto e normalmente causam um tumulto imediato em nossas rotinas diárias mas sempre representam uma ruptura com o passado e uma evolução para um futuro melhor. Mudar pode significar ter que reconhecer algum erro em nossas vidas que precisa ser corrigido. O que estávamos fazendo até aquele determinado momento não mais nos satisfaz e não nos traz felicidade, embora paradoxalmente possa parecer confortável numa análise mais superficial.

 

O primeiro passo para mudar consiste em reconhecer internamente que não estamos satisfeitos, nem felizes com o casamento ou com a forma como está sendo conduzida a empresa à qual estamos relacionados, quer sejamos  empregados  ou empregadores, e conseqüentemente não podemos dar aos outros aquilo que não temos. Somente pessoas satisfeitas e felizes conseguem transmitir satisfação e felicidade aos demais. Se estamos insatisfeitos e infelizes, estamos sujeitos a males físicos e psicológicos. Ficaremos doentes e muito mais insatisfeitos e infelizes. Como quebrar esse círculo vicioso?

 

Enfrentando o problema e admitindo que não mais existe afinidade ou comunhão de propósitos e comunicando esse fato às pessoas afetadas. Se o casamento não vai bem, é preciso colocar um ponto final nessa relação e dar à ex-esposa ou ao ex-marido a oportunidade de que ela ou ele também possa alcançar a satisfação ou felicidade com outra pessoa, ao mesmo tempo que identificamos alguém com quem tenhamos afinidade e comunhão de propósitos. Se o emprego não mais atende às nossas expectativas, devemos procurar um emprego que preencha essas expectativas. Se a estrutura da empresa não é a mais adequada, é necessário reestruturá-la para que a empresa atenda aos seus objetivos e também nos permita ficar satisfeitos e felizes. Se um sócio passa a ter diferentes propósitos dos demais, não pode permanecer na mesma sociedade, sob pena de todos ficarem extrema e irremediavelmente frustrados. Todas essas decisões causam muito desconforto no momento em que são tomadas.

 

Mas, como diz o velho ditado, passada a tempestade vem a bonança! O término de um casamento infeliz nos permite a busca de uma nova união que poderá ser muito feliz. O fim de um emprego no qual não mais sentimos nenhuma motivação, nos permite procurar um emprego no qual poderemos encontrar muita motivação. O mesmo ocorre com a reestruturação de uma empresa ou com a própria mudança de sócios. Se o presente não nos dá satisfação e felicidade, precisamos mudar para que possamos ter uma chance concreta de obter felicidade, satisfação e uma vida sadia numa nova relação pessoal ou profissional no futuro próximo. Se tivermos aprendido com os nossos erros, mudamos para melhor! Não tenham receio! Saiam da zona de conforto! Mudem para melhor!"


Publicado às 23h10.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]

 
Previsão do dia



Linha Direta do Bem.

Clique aqui para nos escrever, mandar textos, sugestões, dicas do Bem, e elogios.

Outros sites
 Desenvolvimento Negócios & RH
 OW4Y Consulting
 ONG- SIDARTA -Educação
 ONG - Instituto Vladimir Herzog
 ONG- Corpore
 ONG Lua Nova
 ONG- Projeto Mutação
 ONG- Viva e Deixe Viver
 ONG - ADD - Assoc.Desportiva de Deficientes -
 ONG- Constelação
 ONG Casa do Sol
 ONG Teu sonho- meu sonho
 UOL
 Lembranças do capitão




Votação
Vote! Clique aqui e dê uma nota de 0 a 10 para o blog do Bem.


Histórico
11/08/2013 a 17/08/2013
04/08/2013 a 10/08/2013
10/02/2013 a 16/02/2013
12/08/2012 a 18/08/2012
05/08/2012 a 11/08/2012
03/06/2012 a 09/06/2012
22/04/2012 a 28/04/2012
11/03/2012 a 17/03/2012
17/07/2011 a 23/07/2011
05/06/2011 a 11/06/2011
15/05/2011 a 21/05/2011
27/03/2011 a 02/04/2011
27/02/2011 a 05/03/2011
20/02/2011 a 26/02/2011
26/12/2010 a 01/01/2011
19/12/2010 a 25/12/2010
07/11/2010 a 13/11/2010
31/10/2010 a 06/11/2010
03/10/2010 a 09/10/2010
19/09/2010 a 25/09/2010
01/08/2010 a 07/08/2010
13/06/2010 a 19/06/2010
06/06/2010 a 12/06/2010
09/05/2010 a 15/05/2010
02/05/2010 a 08/05/2010
21/03/2010 a 27/03/2010
14/03/2010 a 20/03/2010
07/03/2010 a 13/03/2010
07/02/2010 a 13/02/2010
13/12/2009 a 19/12/2009
06/12/2009 a 12/12/2009
15/11/2009 a 21/11/2009
08/11/2009 a 14/11/2009
01/11/2009 a 07/11/2009
18/10/2009 a 24/10/2009
11/10/2009 a 17/10/2009
27/09/2009 a 03/10/2009
20/09/2009 a 26/09/2009
13/09/2009 a 19/09/2009
06/09/2009 a 12/09/2009
23/08/2009 a 29/08/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
02/08/2009 a 08/08/2009
26/07/2009 a 01/08/2009
19/07/2009 a 25/07/2009
12/07/2009 a 18/07/2009
05/07/2009 a 11/07/2009
28/06/2009 a 04/07/2009
21/06/2009 a 27/06/2009
14/06/2009 a 20/06/2009
07/06/2009 a 13/06/2009
31/05/2009 a 06/06/2009
24/05/2009 a 30/05/2009
17/05/2009 a 23/05/2009
10/05/2009 a 16/05/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
26/04/2009 a 02/05/2009
19/04/2009 a 25/04/2009
05/04/2009 a 11/04/2009
29/03/2009 a 04/04/2009
22/03/2009 a 28/03/2009
15/03/2009 a 21/03/2009
08/03/2009 a 14/03/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
25/01/2009 a 31/01/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
04/01/2009 a 10/01/2009
28/12/2008 a 03/01/2009
21/12/2008 a 27/12/2008
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
05/10/2008 a 11/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
21/09/2008 a 27/09/2008
14/09/2008 a 20/09/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
27/04/2008 a 03/05/2008
13/04/2008 a 19/04/2008
06/04/2008 a 12/04/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
09/03/2008 a 15/03/2008
24/02/2008 a 01/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
03/02/2008 a 09/02/2008
27/01/2008 a 02/02/2008
20/01/2008 a 26/01/2008
13/01/2008 a 19/01/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
23/12/2007 a 29/12/2007
16/12/2007 a 22/12/2007
09/12/2007 a 15/12/2007
02/12/2007 a 08/12/2007
25/11/2007 a 01/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
28/10/2007 a 03/11/2007
21/10/2007 a 27/10/2007
14/10/2007 a 20/10/2007
07/10/2007 a 13/10/2007
30/09/2007 a 06/10/2007
23/09/2007 a 29/09/2007
16/09/2007 a 22/09/2007
09/09/2007 a 15/09/2007
02/09/2007 a 08/09/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
19/08/2007 a 25/08/2007
12/08/2007 a 18/08/2007
05/08/2007 a 11/08/2007
29/07/2007 a 04/08/2007
22/07/2007 a 28/07/2007
15/07/2007 a 21/07/2007
08/07/2007 a 14/07/2007
24/06/2007 a 30/06/2007
17/06/2007 a 23/06/2007
10/06/2007 a 16/06/2007
03/06/2007 a 09/06/2007
27/05/2007 a 02/06/2007
20/05/2007 a 26/05/2007
13/05/2007 a 19/05/2007
06/05/2007 a 12/05/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
15/04/2007 a 21/04/2007
08/04/2007 a 14/04/2007
01/04/2007 a 07/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
11/03/2007 a 17/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
25/02/2007 a 03/03/2007
18/02/2007 a 24/02/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
04/02/2007 a 10/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
07/01/2007 a 13/01/2007
31/12/2006 a 06/01/2007
24/12/2006 a 30/12/2006
17/12/2006 a 23/12/2006
10/12/2006 a 16/12/2006
03/12/2006 a 09/12/2006
26/11/2006 a 02/12/2006
19/11/2006 a 25/11/2006
12/11/2006 a 18/11/2006
05/11/2006 a 11/11/2006
29/10/2006 a 04/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
15/10/2006 a 21/10/2006
08/10/2006 a 14/10/2006
01/10/2006 a 07/10/2006
24/09/2006 a 30/09/2006
17/09/2006 a 23/09/2006
10/09/2006 a 16/09/2006
03/09/2006 a 09/09/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
13/08/2006 a 19/08/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
30/07/2006 a 05/08/2006
23/07/2006 a 29/07/2006
16/07/2006 a 22/07/2006
09/07/2006 a 15/07/2006
02/07/2006 a 08/07/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
05/02/2006 a 11/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
08/01/2006 a 14/01/2006
01/01/2006 a 07/01/2006
25/12/2005 a 31/12/2005
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
16/10/2005 a 22/10/2005
09/10/2005 a 15/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
17/07/2005 a 23/07/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
19/06/2005 a 25/06/2005
12/06/2005 a 18/06/2005
05/06/2005 a 11/06/2005
29/05/2005 a 04/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
17/04/2005 a 23/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
03/04/2005 a 09/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005
13/03/2005 a 19/03/2005
06/03/2005 a 12/03/2005
27/02/2005 a 05/03/2005
20/02/2005 a 26/02/2005
13/02/2005 a 19/02/2005
06/02/2005 a 12/02/2005
30/01/2005 a 05/02/2005
23/01/2005 a 29/01/2005
16/01/2005 a 22/01/2005
09/01/2005 a 15/01/2005
02/01/2005 a 08/01/2005
26/12/2004 a 01/01/2005
19/12/2004 a 25/12/2004
12/12/2004 a 18/12/2004
05/12/2004 a 11/12/2004
28/11/2004 a 04/12/2004
21/11/2004 a 27/11/2004
14/11/2004 a 20/11/2004
07/11/2004 a 13/11/2004
31/10/2004 a 06/11/2004
24/10/2004 a 30/10/2004
17/10/2004 a 23/10/2004
10/10/2004 a 16/10/2004
03/10/2004 a 09/10/2004
26/09/2004 a 02/10/2004
19/09/2004 a 25/09/2004
12/09/2004 a 18/09/2004
05/09/2004 a 11/09/2004
29/08/2004 a 04/09/2004
22/08/2004 a 28/08/2004
15/08/2004 a 21/08/2004
11/07/2004 a 17/07/2004
04/07/2004 a 10/07/2004
27/06/2004 a 03/07/2004
20/06/2004 a 26/06/2004
13/06/2004 a 19/06/2004
06/06/2004 a 12/06/2004
30/05/2004 a 05/06/2004
23/05/2004 a 29/05/2004
16/05/2004 a 22/05/2004
09/05/2004 a 15/05/2004
02/05/2004 a 08/05/2004
25/04/2004 a 01/05/2004
18/04/2004 a 24/04/2004
11/04/2004 a 17/04/2004
04/04/2004 a 10/04/2004
28/03/2004 a 03/04/2004
21/03/2004 a 27/03/2004
14/03/2004 a 20/03/2004
07/03/2004 a 13/03/2004
29/02/2004 a 06/03/2004
22/02/2004 a 28/02/2004
15/02/2004 a 21/02/2004