blog do Bem!


Amor, é hora de praticar mais.

Olá Amigos do Bem!
 
Na semana que vem completarei 45 anos, 16.436 nasceres do Sol, 587 fases de luas, 394.464 horas, ou ainda 23.667.840 minutos de vida.
É muito tempo transcorrido! É muita história de vida, mas me lembro só de algumas, poucas até, e confesso que todas elas serviram para experimentar uma só coisa, Deus.
 
Quando era pequeno meu avô dizia nas conversas na varanda lá do sítio que Deus o deixou realizar poucos sonhos e que o único que realmente valeu a pena foi ser amado pelos netos.
Quero um dia poder sentar na varanda lá do sítio e dizer aos meus netos que Deus foi mais bondoso comigo que com meu avô, pois muitos dos meus sonhos foram realizados e fui amado por todos que amei.
 
Acredito, a cada minuto mais, que estamos aqui só para aprendermos a amar incondicionalmente.
Mais vivo, mais vejo que, em essência, Deus está presente em tudo e todos, e que o caminho para "religar-se" ao Todo, à essência, é através do amor sem as condições impostas por nosso ego às formas.
É, né fácil não! Viver é uma aventura amorosa!
 
Fomos educados em casa, na escola, na vida social e profissional para vermos as diferenças, para julgar, para culpar, para condenar, para ver a forma, para separar, para selecionar. 
Fomos treinados a encontrar o que não gostamos nas coisas, pessoas e lugares.
Cada vez mais fomos empurrados na direção oposta à vida, separando-nos do Todo, selecionando apenas uma parte dele.
 
Fica fácil perder o foco. Fica fácil justificar que o amor é uma missão impossível. Fica fácil criar razões e argumentos para dizer que é muito difícil atingir este objetivo: amar incondicionalmente.
 
Muitos seres desistem pelo caminho. Afinal, é mais fácil entregar os pontos e ser mais um entre os tantos que odeiam, julgam, criticam, vêm as diferenças e simplesmente assumem uma atitude egoísta e egóica perante a vida para protegerem-se da dor de não conseguirem amar nem se sentirem amados, incondicionalmente.
 
Mas quem disse que seria fácil? A mim, ninguém.
Até gostaria que fosse, mas já vivi o bastante para saber que é necessário mais que o querer. 
É necessário determinação para vivenciar, senão fica só na teoria.
 
Até esta parte da vida, com uma trajetória intensa, cheia de altos e baixos, cheia de amores e ódios, cheia de presenciar nascimentos e mortes, sinto que a determinação é fundamental para manter o foco no amor, na quebra das condições, na auto-re-educação.
 
Observo que no começo é preciso pensar, sim, pensar mais altruísticamente, vivendo o amor.
Pensar em viver o amor já é um grande passo, para depois sentí-lo genuinamente, e então poder demonstrá-lo nas ações.
O amor é um sentimento egoísta, só nós podemos sentí-lo.
Para se tornar altruísta, temos que demonstrar ao outro este sentimento pela ação, não da maneira que podemos sentí-lo, mas que o outro possa, sem impor nossas condições.
 
Sinto que só podemos amar altruísticamente quando temos a certeza, lá dentro de nós, que podemos também nos amar sem impor condições, pois Deus nos ama sem nenhuma delas.
 
Sempre imagino Deus rindo pacas de mim quando crio uma situação onde digo que ele não me amaria pelo que fiz.
Ele deve rir da condição que criei, pois ele criou nenhuma.
Só rindo mesmo de nós. Cada coisa estúpida que criamos para nos sentir merecedores do amor de Deus!
 
Devíamos ter uma escola de amor, onde aprenderíamos que o único significado que temos ao desaparecer deste planeta é aquele que ficou no coração dos outros.
 
Hoje deixo algo para todos refletirem.
 
Se é impossível transformar todo o planeta, que tal transformar nosso pequeno universo num ato amoroso?
 
Bom fim de semana! Amo a todos!
 
Seja Feliz! Ame e demonstre o amor através da prática do pensar, do sentir, do falar e do agir!
 
Abraços, by Marcos Souza Aranha

Publicado às 05h59.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


Uma delícia light

Olá Amigos do Bem!
 
Devo ter sido alquimista em outra vida. Cozinhar para mim é um ato de descobertas de sensações a partir de combinações variadas.
Transformar os ingredientes em deliciosos pratos é um prazer que tenho para compartilhar com aqueles que quero bem.
 
Minha filha se diverte com minhas criações culinárias, principalmente quando uso ingredientes diferentes nelas.
A pedidos, o post de hoje vai ser diferente.
Vou publicar uma receita para aqueles que adoram sorvete, amam gengibre, mas preferem ficar magros.
É simples, rápida, deliciosa e o melhor, light.
 
Chega de publicidade e vamos aos ingredientes:
 
- pote de yogurt desnatado light (250ml)
- suco de meio limão verde (médio para grande)
- uma lata de leite condensado desnatado light
- 100ml de creme de leite desnatado light
- uma pitada de sal
- uma pitadinha de pimenta vermelha em grão (uma girada no ralador de pimenta é suficiente)- opcional
- um pedaço de gengibre sem casca, ralado com o suco dele (corte um de aproximadamente 6 cm)
 
Modo de preparar (muito fácil)
 
- coloque os ingredientes no liquidificador seguindo a ordem acima
- bata por 5 minutos na velocidade máxima, até o preparo ficar bem espumoso
- coloque o preparo numa tigela de vidro ou pote plástico (o que preferir para depois servir)
- cubra a tigela com filme plástico ou tampe o pote
- leve ao freezer por 40 minutos
- tire do freezer e misture a massa semi-congelada com uma colher (misture bem)
- retorne-o tampado para o freezer por mais 4 horas e estará pronto o delicioso sorvete
 
Detalhe: este sorvete terá 0% de gordura e aproximadamente 40 calorias por bola.
Você vai poder comê-lo sozinho ou com frutas - manga é 10!
 
Depois que contei esta receita a uma amiga ela me perguntou se é verdade que gengibre é afrodisíaco, ao que respondi que ela saberá depois que o marido tomar o sorvete.
O crédito do paladar vai para mim, eu garanto! O da performance vai para o marido. O gengibre não merece tanto ser elogiado nem culpado.
 
Seja Feliz! Coma Bem e light!
 
Abraços, by Marcos Souza Aranha

Publicado às 23h10.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


Quando a angústia é positiva?

Olá Amigos do Bem!
 
A angústia significa: grande ansiedade ou aflição no Aurélio.
Para mim, angústia é um grande presente de Deus.
Você concorda com isto? Acho que sim.
 
Afinal, só pode-se sentí-la quando os haveres, os poderes, os prazeres e os afezares já deixaram de serem fontes de alegrias, segurança e felicidade.
Tudo que parecia eterno, desmorona, e descobre-se novamente que tudo é instável, tudo é impermanente, tudo é como tem que ser, não necessariamente como dejaríamos que fosse, nem pelo tempo que queríamos.
Nada está sob nosso controle absoluto. A constatação disto pode angustiar a mente que adora ter controle de tudo que está a sua volta.
 
Quando aquilo que temos, podemos, queremos e fazemos segue um sentido oposto ao desejado, a angústia pode dar o ar da graça.
É esta hora que podemos torná-la positiva, pois ela nos possibilita vivenciarmos a vida como ela é.
Mas até a angústia é passageira e quando aceitamos a vida como ela se apresenta, a angústia se despede de nós. Como veio, vai.
 
Portanto, volta e meia quando escuto clientes e amigos reclamando da vida, do trabalho, e estão angustiados por não verem as mudanças na vida acontecerem do jeito que eles gostaríam que fosse, lembro-me de lhes dizer: Graças ao bom Deus!
 
Muitos sorriem pois já entenderam a mensagem.
Poucos querem saber uma razão para minha exclamação.
A estes últimos, simplesmente repito: Graças ao bom Deus!
 
Seja Feliz! Só você pode fazer isto por você, ninguém mais.
 
Abraços, by Marcos Souza Aranha

Publicado às 23h09.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


Respire para viver melhor

Olá Amigos do Bem!
 
Ontem eu estava conversando com um amigo e ele relatou o sufoco que passou ao ter tido uma parada respiratória seguida de uma outra cardíaca.
 
Felizmente ele está bem, recuperado do susto, no processo de aprender a respirar corretamente.
Ele contou sobre um aparelho que monitora o ar que entra pelas narinas, garantindo que a boca permaneça fechada e evite que a língua provoque uma espécie de "afogamento" e a parada respiratória (acho que é isto que entendi).
 
Ao conversar com ele notei como há um grande desconhecimento por parte dos médicos sobre as muitas técnicas de respiração, e apenas a questão biomecânica é de interesse.
Os antigos hindus ensinavam mais de 1000 maneiras para se respirar, há mais de 5000 anos, e cada uma delas com uma finalidade precisa e específica, desde benefícios físicos como a eliminação de toxinas e impurezas até a quebra e alteração de padrão emocional e mental.
 
A respiração pode ajudar a eliminar o stress, a depressão, e alterar os padrões dos estados emocionais e mentais através da ativação corporal. 
Respiramos entre 18 e 20 mil vezes por dia. Para cada estado emocional e cada pensamento nossa respiração se altera, assim como o corpo altera-os também.
Mas poucas pessoas têm consciência disto e notam apenas os extremos da respiração, sem aproveitar as nuances para o auto-conhecimento.
 
Tem uma ONG, fundade e liderada pelo indiano Sri Sri Ravi Shankar, a Fundação A Arte de Viver, que ensina algumas técnicas de respiração baseadas na Sudarshan Kriya, técnica milenar e cientificamente comprovada em laboratórios clínicos do ocidente.
 
Haverá um curso para iniciantes no final de março, com poucas vagas, e eu gostaria de poder colaborar sendo útil na divulgação do curso pois vejo a oportunidade de vocês poderem aprender uma técnica eficiente que irá despertá-los para novos estados de auto-conhecimento mental, emocional e corporal.
Há muitos anos pratico e vale a pena!
 
O próximo Curso - módulo 1 - será em São Paulo de 31 de março a 5 de abril, e acontecerá na rua Texas, 610 no Brooklin - inscrições pelo tel: 6950-1456 ou 9935-2857 com Márcia. Se quiser mais informações pode escrever para a Claudia claudia@brasilarts.com.br
O curso é pago, e o dinheiro é doado para a fundação = R$ 250,00 (estudantes universitários pagam metade). Se você precisar facilitar o pagamento, peça para a Márcia pois o mais importante é você aprender este conhecimento milenar.

Horários do curso:
1º dia – Quinta feira – das 19:30 às 22:00 horas
2º dia – Sexta feira – das 19:30 às 22:00 horas
3º dia – Sábado – das 9:30 às 15:00 horas
4º dia – Domingo – das 9:30 às 15:00 horas
5º dia – Segunda feira – das 19:30 às 22:00 horas
6º dia – Terça feira – das 19:30 às 22:00 horas

Espero que vocês tenham a vontade e as condições para fazê-lo. Todas as pessoas que conheço que fizeram, mudaram suas vidas. Amigos que tinham ansiedade e hoje são muito equilibrados, depressivos que não necessitam mais medicamentos para manutenção, estressados que estão "zen".
 
Seja Feliz! Viva a felicidade de respirar conscientemente!
 
Abraços, by Marcos Souza Aranha

Publicado às 05h46.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


e continua a baixa auto-estima

Olá Amigos do Bem!
 
No ano passado eu publiquei um post sobre a auto-estima dos brasileiros e as conseqüências dela ser baixa.
Hoje volto ao tema devido aos últimos acontecimentos.
 
Uma das conseqüências desta baixa auto-estima é a adoração dos brasileiros por estrangeiros.
Basta ter sobrenome americano que o sujeito já vira bom, inteligente, capaz, e é recebido com tapete vermelho.
Grande erro!
 
Fico chocado ao ver pessoas importantes deste país pagando, e caro, para ouvir profissionais e consultores americanos em palestras que pouco têm a somar com seus "case histories".
Do que falam, pouco se tem proveito para as empresas brasileiras, a não ser apenas somar aos curriculums dos executivos na sessão "outros cursos", além de aumentar a rede pessoal de conhecidos, o tão em moda "networking".
 
No ano 2000 recebi um convite da maior organizadora de eventos executivos do Brasil.
Não paguei para participar da palestra de um "renomado marqueteiro" norte-americano que apresentou as leis imutáveis de marca após o advento da Internet.
 
Imagine se um brasileiro pisasse em solo americano com uma palestra onde o título fosse "as leis imutáveis" de qualquer coisa. Ele seria preso e deportado, mas aqui a coisa é o contrário, adoram gringos assim.
 
Primeiro, penso que leis é, no mínimo, ridículo alguém criá-las baseado em observações qualitativas e não quantitativas. Segundo que no mundo de marcas tudo é mutável. Menos de 50 marcas sobreviveram mais de um século no mundo.
Como pioneiro da Internet e estudioso do mundo das marcas por mais de duas décadas, posso garantir que nunca ouvi tanta besteira junta, reunida em uma só apresentação, seguida de tantos aplausos dos participantes.
Achei que deveria mudar de ramo pois se ele estivesse certo, minha vida profissional teria sido em vão.
 
Perguntei ao organizador quanto o palestrante havia ganho e a resposta foi milhares e milhares de dólares, ele e a filha dele.
Na época pedi uma cópia da apresentação o que o gringo prontamente me enviou uma cópia por e-mail.
Queria tê-la para um dia poder ver se o americano que fatura milhões havia falado ou não abobrinhas.
Este fim de semana estava limpando meu computador e encontrei a tal apresentação.
 
Se eu fosse aquele gringo, eu teria vergonha de voltar ao Brasil (mas ele estará por aqui outra vez em 2005 e faturará milhares de dólares outra vez com a baixa auto-estima deste povo).
 
Se eu fosse o organizador do evento eu jamais o traria aqui para falar abobrinhas (mas ele continuará trazendo pois ninguém se dá ao trabalho de checar as informações que são ditas nas palestras).
 
Se eu fosse um dos clientes que pagou caro para assistir a palestra ou tê-lo numa apresentação "in-company" exclusiva, eu o processaria por calúnias (mas quem o contratou já mudou de emprego com seu CV melhorado após ouvir a fantástica palestra).
 
A indústria de eventos fomenta este tipo de adoração pelos "gênios" americanos, menosprezando a importância dos brasileiros que sempre têm uma participação secundária nestes eventos.
 
Que vergonha! Como os brasileiros gostam de valorizar tanto alguém que fala inglês, e menosprezam tantos talentos locais com criatividade e competência acima do melhor profissional mundial.
Que baixa auto-estima deste povo!
 
Na semana passada prenderam um fugitivo norte-americano procurado pelo FBI, Jesse James Hollywood.
Com um nome destes, homenageando a um bandido, aqui no Brasil pensavam que era nome de artista famoso.
Por aqui, os vizinhos pensavam que ele era um excêntrico vivendo longe da fama numa pequena cidade do litoral.
 
Ao ser preso, os vizinhos ficaram surpresos, afinal, como um americano poderia ser um bandido.
Pobre dos brasileiros! Lá tem malandros como aqui.
Só que como americano só fala bem de si, varre o lixo para debaixo do tapete, o pessoal aqui pensa que tudo por lá é bom.
Isto deveria ser uma lição para nós que fazemos o contrário. A mídia só fala mal de brasileiros, levanta o tapete para mostrar o lixo, e o mundo e nós pensamos que somos uns m.....
 
O Lula teve como plataforma de campanha subir a auto-estima dos brasileiros.
Será que ele fala o que fala após eleito por ser o primeiro a se sentir inferior?
 
Por favor amigo do Bem, ajude a levantar a cabeça deste povo.
É preciso saber reconhecer o que fazemos bem, não apenas o que os outros fazem.
 
Seja Feliz! Só você pode fazer algo pela sua auto-estima, ninguém mais.
 
Abraços, boa semana! by Marcos Souza Aranha

Publicado às 01h59.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]

 
Previsão do dia



Linha Direta do Bem.

Clique aqui para nos escrever, mandar textos, sugestões, dicas do Bem, e elogios.

Outros sites
 Desenvolvimento Negócios & RH
 OW4Y Consulting
 ONG- SIDARTA -Educação
 ONG - Instituto Vladimir Herzog
 ONG- Corpore
 ONG Lua Nova
 ONG- Projeto Mutação
 ONG- Viva e Deixe Viver
 ONG - ADD - Assoc.Desportiva de Deficientes -
 ONG- Constelação
 ONG Casa do Sol
 ONG Teu sonho- meu sonho
 UOL
 Lembranças do capitão




Votação
Vote! Clique aqui e dê uma nota de 0 a 10 para o blog do Bem.


Histórico
11/08/2013 a 17/08/2013
04/08/2013 a 10/08/2013
10/02/2013 a 16/02/2013
12/08/2012 a 18/08/2012
05/08/2012 a 11/08/2012
03/06/2012 a 09/06/2012
22/04/2012 a 28/04/2012
11/03/2012 a 17/03/2012
17/07/2011 a 23/07/2011
05/06/2011 a 11/06/2011
15/05/2011 a 21/05/2011
27/03/2011 a 02/04/2011
27/02/2011 a 05/03/2011
20/02/2011 a 26/02/2011
26/12/2010 a 01/01/2011
19/12/2010 a 25/12/2010
07/11/2010 a 13/11/2010
31/10/2010 a 06/11/2010
03/10/2010 a 09/10/2010
19/09/2010 a 25/09/2010
01/08/2010 a 07/08/2010
13/06/2010 a 19/06/2010
06/06/2010 a 12/06/2010
09/05/2010 a 15/05/2010
02/05/2010 a 08/05/2010
21/03/2010 a 27/03/2010
14/03/2010 a 20/03/2010
07/03/2010 a 13/03/2010
07/02/2010 a 13/02/2010
13/12/2009 a 19/12/2009
06/12/2009 a 12/12/2009
15/11/2009 a 21/11/2009
08/11/2009 a 14/11/2009
01/11/2009 a 07/11/2009
18/10/2009 a 24/10/2009
11/10/2009 a 17/10/2009
27/09/2009 a 03/10/2009
20/09/2009 a 26/09/2009
13/09/2009 a 19/09/2009
06/09/2009 a 12/09/2009
23/08/2009 a 29/08/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
02/08/2009 a 08/08/2009
26/07/2009 a 01/08/2009
19/07/2009 a 25/07/2009
12/07/2009 a 18/07/2009
05/07/2009 a 11/07/2009
28/06/2009 a 04/07/2009
21/06/2009 a 27/06/2009
14/06/2009 a 20/06/2009
07/06/2009 a 13/06/2009
31/05/2009 a 06/06/2009
24/05/2009 a 30/05/2009
17/05/2009 a 23/05/2009
10/05/2009 a 16/05/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
26/04/2009 a 02/05/2009
19/04/2009 a 25/04/2009
05/04/2009 a 11/04/2009
29/03/2009 a 04/04/2009
22/03/2009 a 28/03/2009
15/03/2009 a 21/03/2009
08/03/2009 a 14/03/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
25/01/2009 a 31/01/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
04/01/2009 a 10/01/2009
28/12/2008 a 03/01/2009
21/12/2008 a 27/12/2008
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
05/10/2008 a 11/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
21/09/2008 a 27/09/2008
14/09/2008 a 20/09/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
27/04/2008 a 03/05/2008
13/04/2008 a 19/04/2008
06/04/2008 a 12/04/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
09/03/2008 a 15/03/2008
24/02/2008 a 01/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
03/02/2008 a 09/02/2008
27/01/2008 a 02/02/2008
20/01/2008 a 26/01/2008
13/01/2008 a 19/01/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
23/12/2007 a 29/12/2007
16/12/2007 a 22/12/2007
09/12/2007 a 15/12/2007
02/12/2007 a 08/12/2007
25/11/2007 a 01/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
28/10/2007 a 03/11/2007
21/10/2007 a 27/10/2007
14/10/2007 a 20/10/2007
07/10/2007 a 13/10/2007
30/09/2007 a 06/10/2007
23/09/2007 a 29/09/2007
16/09/2007 a 22/09/2007
09/09/2007 a 15/09/2007
02/09/2007 a 08/09/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
19/08/2007 a 25/08/2007
12/08/2007 a 18/08/2007
05/08/2007 a 11/08/2007
29/07/2007 a 04/08/2007
22/07/2007 a 28/07/2007
15/07/2007 a 21/07/2007
08/07/2007 a 14/07/2007
24/06/2007 a 30/06/2007
17/06/2007 a 23/06/2007
10/06/2007 a 16/06/2007
03/06/2007 a 09/06/2007
27/05/2007 a 02/06/2007
20/05/2007 a 26/05/2007
13/05/2007 a 19/05/2007
06/05/2007 a 12/05/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
15/04/2007 a 21/04/2007
08/04/2007 a 14/04/2007
01/04/2007 a 07/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
11/03/2007 a 17/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
25/02/2007 a 03/03/2007
18/02/2007 a 24/02/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
04/02/2007 a 10/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
07/01/2007 a 13/01/2007
31/12/2006 a 06/01/2007
24/12/2006 a 30/12/2006
17/12/2006 a 23/12/2006
10/12/2006 a 16/12/2006
03/12/2006 a 09/12/2006
26/11/2006 a 02/12/2006
19/11/2006 a 25/11/2006
12/11/2006 a 18/11/2006
05/11/2006 a 11/11/2006
29/10/2006 a 04/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
15/10/2006 a 21/10/2006
08/10/2006 a 14/10/2006
01/10/2006 a 07/10/2006
24/09/2006 a 30/09/2006
17/09/2006 a 23/09/2006
10/09/2006 a 16/09/2006
03/09/2006 a 09/09/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
13/08/2006 a 19/08/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
30/07/2006 a 05/08/2006
23/07/2006 a 29/07/2006
16/07/2006 a 22/07/2006
09/07/2006 a 15/07/2006
02/07/2006 a 08/07/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
05/02/2006 a 11/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
08/01/2006 a 14/01/2006
01/01/2006 a 07/01/2006
25/12/2005 a 31/12/2005
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
16/10/2005 a 22/10/2005
09/10/2005 a 15/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
17/07/2005 a 23/07/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
19/06/2005 a 25/06/2005
12/06/2005 a 18/06/2005
05/06/2005 a 11/06/2005
29/05/2005 a 04/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
17/04/2005 a 23/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
03/04/2005 a 09/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005
13/03/2005 a 19/03/2005
06/03/2005 a 12/03/2005
27/02/2005 a 05/03/2005
20/02/2005 a 26/02/2005
13/02/2005 a 19/02/2005
06/02/2005 a 12/02/2005
30/01/2005 a 05/02/2005
23/01/2005 a 29/01/2005
16/01/2005 a 22/01/2005
09/01/2005 a 15/01/2005
02/01/2005 a 08/01/2005
26/12/2004 a 01/01/2005
19/12/2004 a 25/12/2004
12/12/2004 a 18/12/2004
05/12/2004 a 11/12/2004
28/11/2004 a 04/12/2004
21/11/2004 a 27/11/2004
14/11/2004 a 20/11/2004
07/11/2004 a 13/11/2004
31/10/2004 a 06/11/2004
24/10/2004 a 30/10/2004
17/10/2004 a 23/10/2004
10/10/2004 a 16/10/2004
03/10/2004 a 09/10/2004
26/09/2004 a 02/10/2004
19/09/2004 a 25/09/2004
12/09/2004 a 18/09/2004
05/09/2004 a 11/09/2004
29/08/2004 a 04/09/2004
22/08/2004 a 28/08/2004
15/08/2004 a 21/08/2004
11/07/2004 a 17/07/2004
04/07/2004 a 10/07/2004
27/06/2004 a 03/07/2004
20/06/2004 a 26/06/2004
13/06/2004 a 19/06/2004
06/06/2004 a 12/06/2004
30/05/2004 a 05/06/2004
23/05/2004 a 29/05/2004
16/05/2004 a 22/05/2004
09/05/2004 a 15/05/2004
02/05/2004 a 08/05/2004
25/04/2004 a 01/05/2004
18/04/2004 a 24/04/2004
11/04/2004 a 17/04/2004
04/04/2004 a 10/04/2004
28/03/2004 a 03/04/2004
21/03/2004 a 27/03/2004
14/03/2004 a 20/03/2004
07/03/2004 a 13/03/2004
29/02/2004 a 06/03/2004
22/02/2004 a 28/02/2004
15/02/2004 a 21/02/2004