blog do Bem!


Unindo os pontos para conectar uma imagem

Olá Amigos do Bem!

Ontem conversei com uma criança jovem de 12 anos que me perguntou: "como eu posso me dar bem na vida?".
 
Minha resposta foi uma pergunta: "o que é se dar bem na vida para você?"
 
Após ouvir todos os tipos de identificação com bens materiais, símbolos de sucesso aparente, fama, etc., perguntei a ele: "quando você vai dormir e pensa em algo para a sua vida ou de alguém, o que você pede para se realizar?"
 
Prontamente, ele me respondeu: "para meu pai e minha mãe pararem de brigar e darem atenção para mim e meu irmão".
 
Perguntei então se ele trocaria toda aquela lista de coisas legais que ele quer ter, lugares, ser famoso, etc, por este pedido, e imediatamente me respondeu: "ah, mas isto é diferente, isto depende de mim, a outra coisa não".
 
"Como assim?", perguntei.
 
E ele me respondeu: "Marcos, eu sei que tudo o que quero ter não vai me trazer felicidade. Tudo isto vai só me trazer um motivo para eu ficar feliz enquanto gostar da coisa, depois voltarei ao que era. E tudo isto só depende de mim, já que o que eu quero é só meu, e o que vou sentir quando tê-las também será só meu. Já o que meus pais sentem só dependem deles, não de mim."
 
Ao perceber que ele estava longe de compreender que a dependência externa da felicidade é a mesma sensação em relação a qualquer coisa, dele e não dos pais, começamos um papo muito legal, que durou quase uma hora.
 
Para fazer de uma longa história curta, ele terminou dizendo: "Marcos, porque os pais não têm tempo para conversar com os filhos, assim como você conversou comigo?"
 
Minha resposta foi uma nova pergunta: "O que você tem feito para conquistar o tempo da vida de seus pais para você? O que você tem deixado de fazer na sua vida para ficar com seus pais?"
 
A resposta foi um abraço. Resolvi escrever isto aqui, pois a solidão desta criança tocou meu coração, que muitas vezes também se sente só quando olha para fora e a conexão com o Todo.
 
Todos os dias vejo meu tempo voar, e antes isto era motivo de muita angústia, pois não sabia como mudar minha agenda.
 
Hoje tenho a mesma questão de dificuldade de agenda, o mesmo sentimento de que o tempo voa, mas procuro estar conectado com as pessoas virtualmente, pois já aprendi que a simples concretização da ligação mental entre dois mundos, onde quer que estejam, torna possível uma conexão e associações entre dois ou mais Seres.
 
Parar no meio do dia e escrever um torpedo para quem ama, um e-mail, uma chamada, escrever num blog, mandar um texto, conversar, perguntar se está bem, se precisa de algo, saber pedir algo, falar de si, compartilhar coisas e idéias boas, qualquer coisa é um ponto de contato que permite uma abertura para o mundo percebido entre dois Seres.
 
Nunca o Ser humano teve tantas ferramentas de comunicação disponíveis ao seu dispor, porém nunca houve tanta solidão no planeta Terra. Então, o que está impedindo os Seres de usarem estas ferramentas?
 
Vencer suas próprias desconexões é um primeiro passo para desejar estar conectado com alguém.
Conectar-se ao Todo é o caminho para saber que a iniciativa é sempre de quem mais tem conexão com a Luz.
 
Você se lembra daquele jogo infantil de unir os pontos para formar uma imagem? Pois é, se fizermos a união dos pontos na nossa mente apenas, quem está a nossa volta não conseguirá ver a imagem que vimos. Concretizar a ligação dos pontos é importante para a percepção de união e uma imagem comum compartilhada.
 
Conecte-se! Dê este passo, escreva, disque, abrace, beije, fale. Pensar é pouco concreto para o outro poder perceber a conexão. Abuse das ferramentas de comunicação! Filhos e pais, pais e filhos, amigos, amigas: o pensar é importante, a ação, a concretização da conexão.
 
Seja Feliz! Todos os Seres, conectados ou isolados, merecem ser felizes.
 
Ótimo fim de semana! Abraços, by Marcos Souza Aranha

Publicado às 09h14.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


Olá Amigos do Bem!

Você usa a desculpa: "errar é humano" e continua fazendo igualzinho?

Ah, isto tem até apoio da neurociência! Ditados populares são sabedorias que nascem e são repetidas por muitas e muitas gerações, sem questioná-los. Isto impede novas conexões neurológicas, e tudo permanece igual.

Errar é um julgamento daquilo que se observa sendo diferente do esperado. Portanto, o dito "errar é humano" está correto, pois humanos julgam e ativam uma área da memória onde ficará a informação associada a velhas emoções ruins que a geraram.

Se por outro lado o "erro" for aprendido, através da análise e síntese dos elementos perceptíveis que participaram da expectativa e da situação, aquela velha associação será transformada em nova possibilidade de ação futura.

Caso contrário, o Ser humano continuará repetindo o erro, pois ele trará as sensações e associações negativas dele, jamais as transformadas em positivas.

Errar é humano sim. Porém, é também humano a capacidade de aprender com as diferenças na vida e transformá-las em novas possibilidades de futuro.

Deixe a desculpa do ditado de lado e use uma nova frase: "Aprendo com cada resultado diferente do esperado e transformo em algo melhor a minha experiência nesta vida ".

Seja Feliz! Todos os Seres, certos e errados, merecem ser felizes.

Abraços, by Marcos Souza Aranha


Publicado às 08h05.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


Olá Amigos do Bem!

Quando vejo o nosso infeliz presidente bradando na ONU que a fome não vem da falta de alimentos mas da má distribuição de rendas dos países ricos, penso cá com meus botões: qual o motivo de nenhum presidente de país rico afirmar que o problema é outro?

Afinal, sabemos que a corrupção e manipulação política nos países pobres é responsável pela manutenção da pobreza. Para cada dólar que entrou neste país, pouco ficou e beneficiou os pobres. A maioria foi e é desviado para poucos políticos e maus administradores, além de gastos em projetos sociais de péssima qualidade, sem foco em resultados de médio e longo prazos.

O Lula deveria lembrar que a Korea do Sul investiu consistentemente em educação, passando por muitos governantes, e em 30 anos mudou a realidade do presente e futuro daquele povo, isto, para que eu não cite aqui muitos outros países que fizeram o mesmo.

Fico, cada dia mais indignado com a ONU. Ela definitivamente não tem mais razão de existir, pois perdeu sua essência ao ficar à mercê de governantes cegos e pouco evoluídos espiritualmente. O planeta está sendo destruído pelo interesse econômico e a ONU assiste desfrutando dos benefícios de seus salários e luxos.

Digo para meus filhos: "minha geração só consumiu o planeta, não soube criar sustentação, não soube renovar as fontes de energia, sujou, poluiu e destruiu o planeta. Vocês têm a obrigação de rejeitar nossas estúpidas idéias econômicas e fazerem uma evolução, ou revolução pacífica, se quiserem viver o tempo de vida que vivi e darem a seus filhos e netos uma chance de futuro".

Jovens, por favor acordem, libertem-se da manipulação de seus pais, das regras e normas da sociedade e vivam um novo paradigma. Foquem e encontrem um novo caminho sustentável, renovável, pois os governos e nós, da geração passada, não sabemos como fazer diferente. Apenas aprendemos a consumir e só sabemos ensinar este modelo. O presente é de vocês, se quiserem um futuro melhor, comecem agora mesmo.

O Lula citou a RIO-1992, e se lembrarem daquela menina, hoje uma mulher, verão que ela trabalhou com o velho paradigma e serviu de porta-voz de governos interessados em parecerem politicamente corretos, sem uma ação efetiva. RIO-2012 é uma piada política.

Mexam-se jovens!! Rápido!!

Seja Feliz! Todos os Seres, velhos e jovens, merecem ser felizes.

Abraços, by Marcos Souza Aranha


Publicado às 11h04.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


Viver não é preciso. Mudar tampouco.

Olá Amigos do Bem!
 
Já dizia o poeta português: Navegar é preciso, viver não é preciso. Como ele falava bom português, o 'preciso' era no sentido de precisão, jamais de necessário.
 
Quando temos de tomar decisões difíceis na vida tendemos a pensar em cristalizá-las por muito tempo. Daí surge a necessidade estúpida de pensar que ela deva ser 'precisa'. Além de impor uma pressão desnecessária ao sistema nervoso, nada de positivo nos trás na prática.
 
É natural no ser humano evitar mudanças, pois no nosso DNA tem uma informação simples: mudança = gastos de energia.
Nosso lado réptil faz de tudo para permanecermos como estamos, consumindo o mínimo de energia possível, tornando a necessidade de consumo menor.
 
Vencer este estado mental ancestral é o primeiro passo para uma atitude positiva onde dá-se chance a algo novo, onde a tentativa de experimentar é o principal.
 
Conhecemos muita gente que tem medo de mudar, não é mesmo? Então, como ajudá-las a superar o medo de mudar?
 
Mostrar a elas quantas mudanças diárias ela faz, mesmo permanecendo imóvel é um bom começo. Por mais que lutemos, as mudanças internas e externas ocorrem, e portanto, a escolha não é mudar ou permanecer igual, mas sim participar consciente e ativamente, ou não, da mudança. Simples assim.
É impossível cristalizar o tempo, as coisas e pessoas, impossível. Vivemos de constantes trocas, quer consciente ou inconscientemente.
 
Portanto, mudar é uma necessidade que o nosso lado réptil tenta nos subverter com alegações mentais falsas, criando a ilusão que tudo poderá permanecer como está. Ter consciência disto é o primeiro passo para participar de um novo processo, mais consciente e ativo, de escolhas na vida cotidiana.
 
Lembremos que após cada mudança, o réptil entrará em ação e tentará cristalizar a decisão tomada. Será hora de assumir a consciência e desafiar esta tendência outra vez.
O que o réptil tem medo não é da mudança, mas do resultado ruim ou ineficiente da mudança. Imagine gastar um monte de energia atrás de uma presa e deixá-la escapar. Além do gasto de energia da reserva para um intento frustrdo, o réptil ficava sem força para novas investidas. Esta memória nos prejudica até hoje em dia.
 
Tomar decisões faz parte. Acertar, nem sempre. Mudar novamente, é fatal. Então, mudemos, sempre, ativa e conscientemente, evitando sofrimentos e medos de errar.
 
Sorria para o réptil interno. Aceite-o como um velho companheiro de jornada, que foi muito útil quando o mundo era diferente. Fazendo amizade com ele, você poderá abrir um novo espaço em sua mente, onde toda a mudança será aceita como parte de um processo de mudança consciente, e não como fato ou fatalidade.
 
Seja Feliz! Todos os Seres, decididos ou indecisos, merecem ser felizes.
 
Abraços, by Marcos Souza Aranha

Publicado às 12h24.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]

 
Previsão do dia



Linha Direta do Bem.

Clique aqui para nos escrever, mandar textos, sugestões, dicas do Bem, e elogios.

Outros sites
 Desenvolvimento Negócios & RH
 OW4Y Consulting
 ONG- SIDARTA -Educação
 ONG - Instituto Vladimir Herzog
 ONG- Corpore
 ONG Lua Nova
 ONG- Projeto Mutação
 ONG- Viva e Deixe Viver
 ONG - ADD - Assoc.Desportiva de Deficientes -
 ONG- Constelação
 ONG Casa do Sol
 ONG Teu sonho- meu sonho
 UOL
 Lembranças do capitão




Votação
Vote! Clique aqui e dê uma nota de 0 a 10 para o blog do Bem.


Histórico
11/08/2013 a 17/08/2013
04/08/2013 a 10/08/2013
10/02/2013 a 16/02/2013
12/08/2012 a 18/08/2012
05/08/2012 a 11/08/2012
03/06/2012 a 09/06/2012
22/04/2012 a 28/04/2012
11/03/2012 a 17/03/2012
17/07/2011 a 23/07/2011
05/06/2011 a 11/06/2011
15/05/2011 a 21/05/2011
27/03/2011 a 02/04/2011
27/02/2011 a 05/03/2011
20/02/2011 a 26/02/2011
26/12/2010 a 01/01/2011
19/12/2010 a 25/12/2010
07/11/2010 a 13/11/2010
31/10/2010 a 06/11/2010
03/10/2010 a 09/10/2010
19/09/2010 a 25/09/2010
01/08/2010 a 07/08/2010
13/06/2010 a 19/06/2010
06/06/2010 a 12/06/2010
09/05/2010 a 15/05/2010
02/05/2010 a 08/05/2010
21/03/2010 a 27/03/2010
14/03/2010 a 20/03/2010
07/03/2010 a 13/03/2010
07/02/2010 a 13/02/2010
13/12/2009 a 19/12/2009
06/12/2009 a 12/12/2009
15/11/2009 a 21/11/2009
08/11/2009 a 14/11/2009
01/11/2009 a 07/11/2009
18/10/2009 a 24/10/2009
11/10/2009 a 17/10/2009
27/09/2009 a 03/10/2009
20/09/2009 a 26/09/2009
13/09/2009 a 19/09/2009
06/09/2009 a 12/09/2009
23/08/2009 a 29/08/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
02/08/2009 a 08/08/2009
26/07/2009 a 01/08/2009
19/07/2009 a 25/07/2009
12/07/2009 a 18/07/2009
05/07/2009 a 11/07/2009
28/06/2009 a 04/07/2009
21/06/2009 a 27/06/2009
14/06/2009 a 20/06/2009
07/06/2009 a 13/06/2009
31/05/2009 a 06/06/2009
24/05/2009 a 30/05/2009
17/05/2009 a 23/05/2009
10/05/2009 a 16/05/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
26/04/2009 a 02/05/2009
19/04/2009 a 25/04/2009
05/04/2009 a 11/04/2009
29/03/2009 a 04/04/2009
22/03/2009 a 28/03/2009
15/03/2009 a 21/03/2009
08/03/2009 a 14/03/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
25/01/2009 a 31/01/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
04/01/2009 a 10/01/2009
28/12/2008 a 03/01/2009
21/12/2008 a 27/12/2008
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
05/10/2008 a 11/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
21/09/2008 a 27/09/2008
14/09/2008 a 20/09/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
27/04/2008 a 03/05/2008
13/04/2008 a 19/04/2008
06/04/2008 a 12/04/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
09/03/2008 a 15/03/2008
24/02/2008 a 01/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
03/02/2008 a 09/02/2008
27/01/2008 a 02/02/2008
20/01/2008 a 26/01/2008
13/01/2008 a 19/01/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
23/12/2007 a 29/12/2007
16/12/2007 a 22/12/2007
09/12/2007 a 15/12/2007
02/12/2007 a 08/12/2007
25/11/2007 a 01/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
28/10/2007 a 03/11/2007
21/10/2007 a 27/10/2007
14/10/2007 a 20/10/2007
07/10/2007 a 13/10/2007
30/09/2007 a 06/10/2007
23/09/2007 a 29/09/2007
16/09/2007 a 22/09/2007
09/09/2007 a 15/09/2007
02/09/2007 a 08/09/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
19/08/2007 a 25/08/2007
12/08/2007 a 18/08/2007
05/08/2007 a 11/08/2007
29/07/2007 a 04/08/2007
22/07/2007 a 28/07/2007
15/07/2007 a 21/07/2007
08/07/2007 a 14/07/2007
24/06/2007 a 30/06/2007
17/06/2007 a 23/06/2007
10/06/2007 a 16/06/2007
03/06/2007 a 09/06/2007
27/05/2007 a 02/06/2007
20/05/2007 a 26/05/2007
13/05/2007 a 19/05/2007
06/05/2007 a 12/05/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
15/04/2007 a 21/04/2007
08/04/2007 a 14/04/2007
01/04/2007 a 07/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
11/03/2007 a 17/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
25/02/2007 a 03/03/2007
18/02/2007 a 24/02/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
04/02/2007 a 10/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
07/01/2007 a 13/01/2007
31/12/2006 a 06/01/2007
24/12/2006 a 30/12/2006
17/12/2006 a 23/12/2006
10/12/2006 a 16/12/2006
03/12/2006 a 09/12/2006
26/11/2006 a 02/12/2006
19/11/2006 a 25/11/2006
12/11/2006 a 18/11/2006
05/11/2006 a 11/11/2006
29/10/2006 a 04/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
15/10/2006 a 21/10/2006
08/10/2006 a 14/10/2006
01/10/2006 a 07/10/2006
24/09/2006 a 30/09/2006
17/09/2006 a 23/09/2006
10/09/2006 a 16/09/2006
03/09/2006 a 09/09/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
13/08/2006 a 19/08/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
30/07/2006 a 05/08/2006
23/07/2006 a 29/07/2006
16/07/2006 a 22/07/2006
09/07/2006 a 15/07/2006
02/07/2006 a 08/07/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
05/02/2006 a 11/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
08/01/2006 a 14/01/2006
01/01/2006 a 07/01/2006
25/12/2005 a 31/12/2005
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
16/10/2005 a 22/10/2005
09/10/2005 a 15/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
17/07/2005 a 23/07/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
19/06/2005 a 25/06/2005
12/06/2005 a 18/06/2005
05/06/2005 a 11/06/2005
29/05/2005 a 04/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
17/04/2005 a 23/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
03/04/2005 a 09/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005
13/03/2005 a 19/03/2005
06/03/2005 a 12/03/2005
27/02/2005 a 05/03/2005
20/02/2005 a 26/02/2005
13/02/2005 a 19/02/2005
06/02/2005 a 12/02/2005
30/01/2005 a 05/02/2005
23/01/2005 a 29/01/2005
16/01/2005 a 22/01/2005
09/01/2005 a 15/01/2005
02/01/2005 a 08/01/2005
26/12/2004 a 01/01/2005
19/12/2004 a 25/12/2004
12/12/2004 a 18/12/2004
05/12/2004 a 11/12/2004
28/11/2004 a 04/12/2004
21/11/2004 a 27/11/2004
14/11/2004 a 20/11/2004
07/11/2004 a 13/11/2004
31/10/2004 a 06/11/2004
24/10/2004 a 30/10/2004
17/10/2004 a 23/10/2004
10/10/2004 a 16/10/2004
03/10/2004 a 09/10/2004
26/09/2004 a 02/10/2004
19/09/2004 a 25/09/2004
12/09/2004 a 18/09/2004
05/09/2004 a 11/09/2004
29/08/2004 a 04/09/2004
22/08/2004 a 28/08/2004
15/08/2004 a 21/08/2004
11/07/2004 a 17/07/2004
04/07/2004 a 10/07/2004
27/06/2004 a 03/07/2004
20/06/2004 a 26/06/2004
13/06/2004 a 19/06/2004
06/06/2004 a 12/06/2004
30/05/2004 a 05/06/2004
23/05/2004 a 29/05/2004
16/05/2004 a 22/05/2004
09/05/2004 a 15/05/2004
02/05/2004 a 08/05/2004
25/04/2004 a 01/05/2004
18/04/2004 a 24/04/2004
11/04/2004 a 17/04/2004
04/04/2004 a 10/04/2004
28/03/2004 a 03/04/2004
21/03/2004 a 27/03/2004
14/03/2004 a 20/03/2004
07/03/2004 a 13/03/2004
29/02/2004 a 06/03/2004
22/02/2004 a 28/02/2004
15/02/2004 a 21/02/2004