blog do Bem!


O sonho de Carol

 

“Já era outono frio, céu azul, luz marcante, cortante, que não deixa dúvidas da linha que separa aquilo que está no sol daquilo que está à sombra.

As primeiras luzes do dia penetram nas frestas da janela e num leve acariciar tocam os olhos de Ana. Ao sentir o carinho do sol ela se desperta, se estica daqui, se estica dali, dá um grande bocejo e diz para si mesma: Bom dia! 
Ana se levanta e assim que abre a porta do quarto a Samanta entra, ronrona, e se enrola na perna dela, mia baixinho, o que certamente é Bom dia na língua das gatas brancas. 
Pé ante pé, ela caminha em silêncio para mais ninguém despertar e vai até a cozinha para tomar seu café. 
Lá ela se surpreende ao entrar e escutar miadinhos vindos da lavanderia. Entrou e lá viu debaixo do tanque os cinco gatinhos que a Samanta presenteou com a vida durante o luar. 
Ana começou a chorar, aquele choro que vem de dentro, da alma maravilhada com os mistérios que só a vida pode nos dar. 
Agachou-se e começou a acariciar um a um, enquanto Samanta lambia todos.

Pronto, a agenda do dia acabava de mudar, nada de estudar, o dia era para brincar, sim, brincar de mãe, junto com sua gatinha. 
Ana foi tomar o café da manhã e quando o cheirinho do café saiu da garrafa térmica, correu pela casa, subiu as escadas e despertou seus pais. 
Logo depois sr.Ernesto desceu as escadas vestindo seu pijama xadrez, robe de chambre azul escuro e claro, suas pantufas de Mickey, presente que a Ana trouxe para ele da Disney.

- Bom dia Ana, disse sr.Ernesto.
- Bom dia papai, respondeu ela. 
- Ana, que cara é esta filha? Perguntou curioso 
- Tenho uma surpresa para você papai. 
- Hum, não gosto de surpresas, conta logo, espero que não vá me dizer que já tem namorado. 
- Ana riu e disse: papai deixa de ser ciumento e vem ver o presente que a Samanta nos trouxe esta noite. 
- Ah, rato que não é, pois gata gorda não corre atrás de nada.
- Não papai, veja: são cinco gatinhos. Ela estava gorda porque estava grávida. Viu seu falador! 
- Sr. Ernesto, meio sem graça, se abaixou e pegou um gatinho no colo com todo o cuidado que um pai sabe carregar um bebezinho. 
- Não é lindo papai? - perguntou a Ana. 
- Filha, eu me encanto com os bebes e os filhotes. Eles trazem vida nova para as casas, e renovam as esperanças de que algo bom acontecerá.

Enquanto o sr. Ernesto, Ana e Samanta mimavam os gatinhos, a mãe, a dueña Soledad, uma espanhola brava pra chuchu, gritou lá de cima do quarto: - Ana Clara Silva e Souza, você ainda não foi para escola? 
Feliz da vida, Ana respondeu que não, pois tinha uma surpresa para mostrar para ela. 
Já muito brava com a Ana e com o sr.Ernesto, que cá entre nós, ela achava um pai babão e de pouco pulso, gritou: - Ana Clara Silva e Souza, vai já pra escola! 
Mas Ana e o pai pegaram os gatinhos e levaram para dueña Soledad conhecer. A menina levou dois filhotes e o pai os outros três, enquanto Samanta os seguia miando como se não estivesse gostando daquilo. 
- Olha mamãe! - exclamou Ana ao mostrar os dois gatinhos. 
- Olha mi amor! - exclamou o sr.Ernesto mostrando os três em suas mãos de dedos longos. 
- Socorro! - gritou dueña Soledad. O que é isto? Tirem já estes gatos desta casa!, gritou muito brava. 
- Não são lindos, mamita? 
- Mira cariño, estes gatinhos podem ser lindos, mas não vão ficar aqui nem mais um dia. Já basta esta gata que você achou na rua e trouxe para dentro de casa, que suja tudo e me dá uma rinite horrível. 
- Mas mamita, choramingou Ana. 
- Cariño, eu disse nenhum dia. Deixa os gatinhos com seu pai e vai já para a escola. Vai menina! 
Ana, com dó no coração entregou os dois gatinhos para o pai, deu um beijinho em cada e sussurrou no ouvido do pai: convence a mamãe a ficar com eles até eles poderem ser doados. O sr. Ernesto deu um beijo na filha e deu uma piscadinha, como quem diz pode deixar comigo.

Assim que Ana saiu, dueña Soledad disse para o sr.Ernesto colocar todos os gatos num saco de lixo e jogar em algum terreno baldio quando fosse para o trabalho. 
Triste, mas com muito medo da espanhola de sangre caliente, ele se calou e a convidou para descer e tomar o cafezinho fresco que a filha tinha preparado.

Enquanto a esposa foi a banheiro, o marido desceu e preparou um “cortado” com “medias lunas” como a esposa mais adorava para o café da manhã. 
Ao chegar à mesa, dueña Soledad já foi avisando: Ernesto Silva e Souza, não adianta me corromper, pois eu não vou mudar de ideia com esta historia de gatinhos em casa. Se você não fizer o que eu te disse, eu mesma vou afoga-los e jogar no lixo. 
O sr. Ernesto baixou a cabeça, olhou para a Samanta, e com os olhos cheios de lágrimas implorou para a mulher: querida, deixe-os ficar alguns dias, até que tenham força para se alimentarem sozinhos, e assim nos podemos doá-los para alguém ou uma ONG que cuida de animais. 
- NÃÃÃÃO, gritou ela. Vai tomar seu banho e leve logo estes bichos chatos para bem longe daqui. 
- Rápido! Corre!

Como sempre, com medo da mulher, sr.Ernesto foi fazer o que ela mandava. Enquanto isto, pressentindo o que iria acontecer, Samanta tratou de esconder suas crias lá no quintal da vizinha, e carregou na boca, um a um os seus filhotes. Ao descer as escadas, dueña Soledad disse: o saco de lixo está no armário da lavanderia. Vê se economiza e só pega um. 
Ele foi lá, pegou um saco, e perguntou: - Amor, onde estão os gatinhos, estão aí com você? 
- Não tente me enganar Ernesto, eles estão aí. 
- Então venha até aqui, não tem nenhum, apenas a Samanta está deitada na cestinha. 
- O que está acontecendo aqui?- perguntou a mulher. Você quer me enganar?
- Não, eu juro, estava no banho e não sei de nada. 
Juntos, Soledad e Ernesto procuraram por toda a casa, no quintal e nada encontraram. 
- Bueno, sei lá onde foram parar estes gatinhos. Talvez a Samanta os tenha comido. Dizem que as gatas costumam comer suas crias na primeira gravidez.

O sr.Ernesto se despediu e foi trabalhar. 
Inconformada, dueña Soledad resolveu ficar de olho na Samanta, e não demorou muito, ela viu que a gata pulou o muro da vizinha e por lá ficou.

Depois do banho, a espanhola resolveu tocar a campainha da vizinha. Dona Carminha veio atender com dois gatinhos nas mãos e disse: - olhe que lindos os gatinhos que a Samanta trouxe aqui para casa, você deixa eles ficarem comigo? 
Muito sem ter o que dizer, dueña Soledad respondeu que não, pois os gatinhos eram da Ana, e que a filha iria ficar brava se voltasse da escola e não encontrasse os filhotinhos lá na lavanderia. 
Assim, a espanhola pegou os cinco gatinhos e voltou para casa. Escolheu uma caixinha limpa de papelão, forrou com um cobertor bem quentinho e aconchegou todos lá dentro.

Ao chegar da escola, Ana deu um beijo no pai e correu para a lavanderia, e lá viu os gatinhos, bem cuidados. Foi até a cozinha, deu um beijo na mãe, e disse: -Mamita, eu sabia que seu coração é grande e que você jamais faria aquilo que tinha me dito de manhã. Te amo muito! 
Com lágrimas nos olhos e o duro coração derretido ao ver a felicidade da Ana, ela abraçou a filha bem forte e demoradamente. 
Mas não tardou muito e ela já gritou: vai filha! Vai cuidar destes gatos, e lembre-se que eles só vão ficar aqui até poderem ser doados. 
Ana olhou para o pai, deu uma piscada e respondeu: claro mamita, claro que sim.”

Carol, Carolzinha, acorda filha. Já são nove e meia e você vai se atrasar para o passeio lá na praia com as suas amiguinhas. Mãe, depois te conto o sonho que eu tive com uma gatinha branca.

(texto/exercício da Oficina Escrita Criativa da Marcia Tiburi na Casa do Saber)

 


Publicado às 18h54.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]


A boneca de Maria

Reza a lenda que em algum lugar deste mundão,
a Maria perdeu a sua boneca tagarela que gostava de filosofar.

Durante anos e anos, muita gente pensou que ela peregrinou atrás do seu filho,
mas na verdade, ela queria mesmo era encontrar aquela sua boneca.

A boneca era muito animada e falava, e falava. Maria nunca descobriu onde estava o botão de pausa, mas isto não importava,
pois a linda boneca contava muitas e muitas histórias, cada uma dentro de outra, emendando-as sem parar, num eterno filosofar.

A boneca, nem sei se existiu, mas contam que ela falava as coisas ao mesmo tempo que as descobria.
Então, falar, era viver a descoberta de seu mundo ainda por revelar.
E a boneca falava e encantava a Maria.

Maria morreu sem nunca encontrar a sua boneca, mas reza a lenda que num dia de muita chuva,
São Paulo ligou para São Pedro para dizer que tinha uma boneca igualzinha a de Maria,
lá numa casa onde todos vão para aprender.

(Texto repentista que criei e escrevi hoje em 8 minutos no exercício da Oficina de escrita criativa da Marcia Tiburi na Casa do Saber)

Seja Feliz! Todos os Seres merecem ser felizes.

Abraços, Marcos Souza Aranha


Publicado às 19h18.
Antes de agir, pergunte-se: estou consciente das consequencias e responsabilidades do meu ato?




[[ Clique aqui e indique para um amigo. ]]

 
Previsão do dia



Linha Direta do Bem.

Clique aqui para nos escrever, mandar textos, sugestões, dicas do Bem, e elogios.

Outros sites
 Desenvolvimento Negócios & RH
 OW4Y Consulting
 ONG- SIDARTA -Educação
 ONG - Instituto Vladimir Herzog
 ONG- Corpore
 ONG Lua Nova
 ONG- Projeto Mutação
 ONG- Viva e Deixe Viver
 ONG - ADD - Assoc.Desportiva de Deficientes -
 ONG- Constelação
 ONG Casa do Sol
 ONG Teu sonho- meu sonho
 UOL
 Lembranças do capitão




Votação
Vote! Clique aqui e dê uma nota de 0 a 10 para o blog do Bem.


Histórico
11/08/2013 a 17/08/2013
04/08/2013 a 10/08/2013
10/02/2013 a 16/02/2013
12/08/2012 a 18/08/2012
05/08/2012 a 11/08/2012
03/06/2012 a 09/06/2012
22/04/2012 a 28/04/2012
11/03/2012 a 17/03/2012
17/07/2011 a 23/07/2011
05/06/2011 a 11/06/2011
15/05/2011 a 21/05/2011
27/03/2011 a 02/04/2011
27/02/2011 a 05/03/2011
20/02/2011 a 26/02/2011
26/12/2010 a 01/01/2011
19/12/2010 a 25/12/2010
07/11/2010 a 13/11/2010
31/10/2010 a 06/11/2010
03/10/2010 a 09/10/2010
19/09/2010 a 25/09/2010
01/08/2010 a 07/08/2010
13/06/2010 a 19/06/2010
06/06/2010 a 12/06/2010
09/05/2010 a 15/05/2010
02/05/2010 a 08/05/2010
21/03/2010 a 27/03/2010
14/03/2010 a 20/03/2010
07/03/2010 a 13/03/2010
07/02/2010 a 13/02/2010
13/12/2009 a 19/12/2009
06/12/2009 a 12/12/2009
15/11/2009 a 21/11/2009
08/11/2009 a 14/11/2009
01/11/2009 a 07/11/2009
18/10/2009 a 24/10/2009
11/10/2009 a 17/10/2009
27/09/2009 a 03/10/2009
20/09/2009 a 26/09/2009
13/09/2009 a 19/09/2009
06/09/2009 a 12/09/2009
23/08/2009 a 29/08/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
02/08/2009 a 08/08/2009
26/07/2009 a 01/08/2009
19/07/2009 a 25/07/2009
12/07/2009 a 18/07/2009
05/07/2009 a 11/07/2009
28/06/2009 a 04/07/2009
21/06/2009 a 27/06/2009
14/06/2009 a 20/06/2009
07/06/2009 a 13/06/2009
31/05/2009 a 06/06/2009
24/05/2009 a 30/05/2009
17/05/2009 a 23/05/2009
10/05/2009 a 16/05/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
26/04/2009 a 02/05/2009
19/04/2009 a 25/04/2009
05/04/2009 a 11/04/2009
29/03/2009 a 04/04/2009
22/03/2009 a 28/03/2009
15/03/2009 a 21/03/2009
08/03/2009 a 14/03/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
25/01/2009 a 31/01/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
04/01/2009 a 10/01/2009
28/12/2008 a 03/01/2009
21/12/2008 a 27/12/2008
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
05/10/2008 a 11/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
21/09/2008 a 27/09/2008
14/09/2008 a 20/09/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
27/04/2008 a 03/05/2008
13/04/2008 a 19/04/2008
06/04/2008 a 12/04/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
09/03/2008 a 15/03/2008
24/02/2008 a 01/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
03/02/2008 a 09/02/2008
27/01/2008 a 02/02/2008
20/01/2008 a 26/01/2008
13/01/2008 a 19/01/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
23/12/2007 a 29/12/2007
16/12/2007 a 22/12/2007
09/12/2007 a 15/12/2007
02/12/2007 a 08/12/2007
25/11/2007 a 01/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
28/10/2007 a 03/11/2007
21/10/2007 a 27/10/2007
14/10/2007 a 20/10/2007
07/10/2007 a 13/10/2007
30/09/2007 a 06/10/2007
23/09/2007 a 29/09/2007
16/09/2007 a 22/09/2007
09/09/2007 a 15/09/2007
02/09/2007 a 08/09/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
19/08/2007 a 25/08/2007
12/08/2007 a 18/08/2007
05/08/2007 a 11/08/2007
29/07/2007 a 04/08/2007
22/07/2007 a 28/07/2007
15/07/2007 a 21/07/2007
08/07/2007 a 14/07/2007
24/06/2007 a 30/06/2007
17/06/2007 a 23/06/2007
10/06/2007 a 16/06/2007
03/06/2007 a 09/06/2007
27/05/2007 a 02/06/2007
20/05/2007 a 26/05/2007
13/05/2007 a 19/05/2007
06/05/2007 a 12/05/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
15/04/2007 a 21/04/2007
08/04/2007 a 14/04/2007
01/04/2007 a 07/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
11/03/2007 a 17/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
25/02/2007 a 03/03/2007
18/02/2007 a 24/02/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
04/02/2007 a 10/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
07/01/2007 a 13/01/2007
31/12/2006 a 06/01/2007
24/12/2006 a 30/12/2006
17/12/2006 a 23/12/2006
10/12/2006 a 16/12/2006
03/12/2006 a 09/12/2006
26/11/2006 a 02/12/2006
19/11/2006 a 25/11/2006
12/11/2006 a 18/11/2006
05/11/2006 a 11/11/2006
29/10/2006 a 04/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
15/10/2006 a 21/10/2006
08/10/2006 a 14/10/2006
01/10/2006 a 07/10/2006
24/09/2006 a 30/09/2006
17/09/2006 a 23/09/2006
10/09/2006 a 16/09/2006
03/09/2006 a 09/09/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
13/08/2006 a 19/08/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
30/07/2006 a 05/08/2006
23/07/2006 a 29/07/2006
16/07/2006 a 22/07/2006
09/07/2006 a 15/07/2006
02/07/2006 a 08/07/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
05/02/2006 a 11/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
08/01/2006 a 14/01/2006
01/01/2006 a 07/01/2006
25/12/2005 a 31/12/2005
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
16/10/2005 a 22/10/2005
09/10/2005 a 15/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
17/07/2005 a 23/07/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
19/06/2005 a 25/06/2005
12/06/2005 a 18/06/2005
05/06/2005 a 11/06/2005
29/05/2005 a 04/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
17/04/2005 a 23/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
03/04/2005 a 09/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005
13/03/2005 a 19/03/2005
06/03/2005 a 12/03/2005
27/02/2005 a 05/03/2005
20/02/2005 a 26/02/2005
13/02/2005 a 19/02/2005
06/02/2005 a 12/02/2005
30/01/2005 a 05/02/2005
23/01/2005 a 29/01/2005
16/01/2005 a 22/01/2005
09/01/2005 a 15/01/2005
02/01/2005 a 08/01/2005
26/12/2004 a 01/01/2005
19/12/2004 a 25/12/2004
12/12/2004 a 18/12/2004
05/12/2004 a 11/12/2004
28/11/2004 a 04/12/2004
21/11/2004 a 27/11/2004
14/11/2004 a 20/11/2004
07/11/2004 a 13/11/2004
31/10/2004 a 06/11/2004
24/10/2004 a 30/10/2004
17/10/2004 a 23/10/2004
10/10/2004 a 16/10/2004
03/10/2004 a 09/10/2004
26/09/2004 a 02/10/2004
19/09/2004 a 25/09/2004
12/09/2004 a 18/09/2004
05/09/2004 a 11/09/2004
29/08/2004 a 04/09/2004
22/08/2004 a 28/08/2004
15/08/2004 a 21/08/2004
11/07/2004 a 17/07/2004
04/07/2004 a 10/07/2004
27/06/2004 a 03/07/2004
20/06/2004 a 26/06/2004
13/06/2004 a 19/06/2004
06/06/2004 a 12/06/2004
30/05/2004 a 05/06/2004
23/05/2004 a 29/05/2004
16/05/2004 a 22/05/2004
09/05/2004 a 15/05/2004
02/05/2004 a 08/05/2004
25/04/2004 a 01/05/2004
18/04/2004 a 24/04/2004
11/04/2004 a 17/04/2004
04/04/2004 a 10/04/2004
28/03/2004 a 03/04/2004
21/03/2004 a 27/03/2004
14/03/2004 a 20/03/2004
07/03/2004 a 13/03/2004
29/02/2004 a 06/03/2004
22/02/2004 a 28/02/2004
15/02/2004 a 21/02/2004